Dicas de Saúde

Óleo de Lavanda – Para que serve, benefícios e contraindicações!

quais os benefícios do óleo de lavanda?

O óleo de lavanda pode ser usado no tratamento de distúrbios respiratórios, como tosse, resfriado e gripe pois possui propriedades anti-inflamatórias. Além disso, o óleo de lavanda tem várias vitaminas e minerais essenciais à saúde e fornece muitos benefícios para o organismo.

O óleo essencial de lavanda é o óleo essencial mais usado no mundo hoje em dia, mas os benefícios da lavanda foram descobertos há mais de 2.500 anos.

Por causa de suas poderosas propriedades antioxidantes, antimicrobianas, sedativas, calmantes e antidepressivas, os benefícios do óleo de lavanda são abundantes e tem sido usado cosmeticamente e terapeuticamente por séculos.

Os egípcios usavam lavanda para mumificação e como perfume. Na verdade, quando o túmulo do rei Tut foi inaugurado em 1923, foi dito que havia um cheiro fraco de lavanda que ainda poderia ser detectado depois de 3.000 anos.

para que serve o óleo de lavanda?
para que serve o óleo de lavanda?

Para que serve o óleo de lavanda?

Os primeiros e modernos textos de aromaterapia defendem o uso de lavanda como um óleo essencial antibacteriano. As folhas e caules da planta foram usados para preparar decoções contra doenças do sistema digestivo e reumatismo, e lavanda foi valorizada por seus fins cosméticos.

Os romanos usavam o óleo para banhar, cozinhar e purificar o ar. E na Bíblia, o óleo de lavanda estava entre os aromáticos usados para unção e cura.

Hoje, os benefícios do óleo para o corpo incluem o seguinte:

  1. Reduz a ansiedade e o estresse emocional;
  2. Protege contra os sintomas do diabetes;
  3. Melhora função cerebral;
  4. Ajuda na cura das queimaduras e feridas;
  5. Melhora o sono;
  6. Restaura a aparência da pele e reduz a acne;
  7. Previne o envelhecimento precoce com poderosos antioxidantes;
  8. Alivia a dor;
  9. Alivia as dores de cabeça.

Como o óleo contém tais propriedades versáteis e é gentil o suficiente para aplicar diretamente à pele, considero um óleo poderoso, especialmente se estiver começando com o uso de óleos essenciais para saúde.

A ciência só recentemente começou avaliar a gama de benefícios para saúde que o óleo essencial de lavanda contém, mas já há uma abundância de evidências que apontam as incríveis capacidades desse óleo.

Hoje, a lavanda é um dos óleos essenciais mais populares do mundo. E por um bom motivo. As pessoas estão começando a aproveitar os benefícios do óleo para saúde.

Quais os benefícios do óleo de lavanda?

O óleo de lavanda têm várias vitaminas e minerais essenciais à saúde e fornece muitos benefícios para o organismo. Então confira os principais benefícios desse óleo para saúde.

quais os benefícios do óleo de lavanda?
quais os benefícios do óleo de lavanda?

1. Antioxidante:

Os radicais livres, como toxinas, substâncias químicas e poluentes, são sem dúvida um fator de risco mais perigoso e mais comum para todas as doenças que afetam os americanos atualmente. Os radicais livres são responsáveis por desligar seu sistema imunológico e causar danos inacreditáveis ao seu corpo.

A resposta natural do corpo aos danos causados pelos radicais livres é criar enzimas antioxidantes – especialmente glutationa, catalase e superóxido dismutase (SOD) – que impedem que esses radicais livres causem seus danos.

Infelizmente, seu corpo pode realmente se tornar deficiente em antioxidantes caso a carga de radicais livres seja grande o suficiente.

Felizmente, o óleo essencial de lavanda é um antioxidante natural que trabalha na prevenção e reversão das doenças. Um estudo de 2013 descobriu que o óleo de lavanda aumentava a atividade dos antioxidantes mais poderosos do corpo – glutationa, catalase e SOD.

E estudos mais recentes indicaram resultados semelhantes, concluindo que a lavanda tem atividade antioxidante e ajuda na prevenção e reversão do estresse oxidativo.

2. Tratar diabetes:

Em 2014, pesquisadores da Tunísia decidiram completar uma tarefa fascinante: testar os efeitos do óleo essencial de lavanda no açúcar no sangue para ajudar na reversão do diabetes naturalmente.

Durante o estudo feito em animal de 15 dias, os resultados observados pelos pesquisadores foram absolutamente surpreendentes. Em poucas palavras, o tratamento com óleo essencial de lavanda protegeu o corpo dos seguintes sintomas de diabetes:

  1. Aumento da glicose no sangue (a marca do diabetes);
  2. Distúrbios metabólicos (especialmente metabolismo da gordura);
  3. Ganho de peso;
  4. Depleção antioxidante de fígado e rim;
  5. Disfunção hepática e renal,
  6. Lipoperoxidação hepática e renal (quando os radicais livres “roubam” as moléculas de gordura necessárias das membranas celulares).

Embora mais pesquisas sejam necessárias para entender a capacidade total do óleo de lavanda para a prevenção ou reversão do diabetes, os resultados deste estudo são promissores e indicam o potencial terapêutico da lavanda.

Para usar o óleo de lavanda para diabetes, aplique topicamente no pescoço e no peito, difunda em casa para obter seus benefícios para saúde.

3. Melhora o humor e reduz o estresse:

Nos últimos anos, o óleo de lavanda foi colocado em um pedestal por sua capacidade de proteger contra danos neurológicos. Tradicionalmente, a lavanda tem sido usada para tratar problemas neurológicos, como enxaquecas, estresse, ansiedade e depressão, por isso é emocionante ver que a pesquisa está finalmente tendo popularidade.

Em 2013, um estudo descobriu que a suplementação com 80 miligramas de óleo essencial de lavanda alivia a ansiedade, distúrbios do sono e depressão. Além disso, no estudo não houve efeitos colaterais adversos, interações medicamentosas ou sintomas de abstinência do uso de óleo de lavanda.

Um estudo humano em 2014 que revelou que Silexan (também conhecido como preparação de óleo de lavanda) foi mais eficaz contra o transtorno de ansiedade generalizada (TAG) do que os placebos e a paroxetina. Após o tratamento, o estudo encontrou zero casos de sintomas de abstinência ou efeitos colaterais adversos.

o óleo melhora o humor e reduz o estresse
o óleo melhora o humor e reduz o estresse

Outro estudo publicado em 2012 feito em 28 mulheres pós-parto de alto risco, descobriu que ao difundir lavanda em suas casas, elas tiveram uma redução significativa da depressão pós-parto e diminuição do transtorno de ansiedade após um plano de tratamento de aromaterapia de lavanda por quatro semanas.

O óleo de lavanda também demonstrou melhorar os sintomas do estresse pós-traumático. 80 miligramas de óleo por dia ajudaram na diminuição da depressão em 33% e reduziram drasticamente os distúrbios do sono, mau humor e estado de saúde em 47 pessoas que sofriam de estresse pós-traumático.

Para aliviar o estresse e melhorar o sono, coloque um difusor em sua cama e difunda esses óleos enquanto dorme à noite ou na sala de estar enquanto lê ou relaxa à noite. Você também pode aplicar óleo de lavanda por trás das orelhas para os mesmos benefícios.

4. Função cerebral:

Os benefícios neurológicos do óleo essencial de lavanda não se limitam à sua capacidade de tratar a depressão e melhorar o humor. Uma pesquisa também mostrou que o óleo de lavanda serve como um tratamento natural para a doença de Alzheimer! Estudos realizados em ratos mostram que a inalação de vapor de óleo essencial de lavanda pode prevenir o estresse oxidativo cerebral e melhorar o comprometimento cognitivo.

Também em 2012, uma revista suíça publicou os resultados de um estudo que comprovou de forma chocante que o óleo de lavanda é uma opção de tratamento viável para disfunções neurológicas, como o derrame. Os pesquisadores acreditam que os efeitos neuroprotetores da lavanda se devem às suas propriedades antioxidantes.

Para apoiar o sistema nervoso com óleo de lavanda, difunda em casa, inale diretamente da garrafa ou aplique topicamente nas têmporas e nuca.

5. Curar queimaduras e cortes:

Amplamente conhecido por suas propriedades antimicrobianas, durante séculos o óleo de lavanda tem sido usado para prevenir várias infecções e combater distúrbios bacterianos e fúngicos.

Na verdade, quase 100 estudos foram realizados estabelecendo esse benefício de lavanda. Uma pesquisa mostrou que o óleo de lavanda acelera a cicatrização de queimaduras, cortes, arranhões e feridas – e uma grande parte disso é por causa de seus compostos antimicrobianos.

Um estudo avaliou como a capacidade antimicrobiana da lavanda é melhorada quando é misturada com outros óleos essenciais, como cravo, canela e óleo de melaleuca. Os pesquisadores descobriram que os óleos foram mais eficaz na luta contra Candida albicans e Staph aureus – duas causas comuns de muitas infecções fúngicas e bacterianas que levam a pneumonia respiratória e fungos na pele.

Um estudo de 2016 conduzido em ratos descobriu que o óleo de lavanda promoveu a cicatrização de feridas na fase inicial, acelerando a formação de tecido de granulação (tecido da superfície cicatrizante da pele) e promovendo a síntese de colágeno. A área de feridas tratadas com óleo de lavanda foi significativamente menor em comparação com o grupo controle.

Para alívio de queimaduras e para curar cortes, arranhões ou feridas, misture 3 a 5 gotas de óleo de lavanda com ½ colher de chá de óleo de coco e aplique a mistura na área em questão. Você pode usar os dedos ou uma bola de algodão limpa.

6. Saúde da pele e dos cabelos:

Muito provavelmente devido às suas características antimicrobianas e antioxidantes, o óleo essencial de lavanda misturado com outro óleo, como óleo de coco, jojoba ou de uva, tem profundos benefícios para sua pele.

Usar óleo de lavanda topicamente pode melhorar uma série de problemas da pele, de aftas a reações alérgicas, acne e manchas da idade. Suas propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes ajudam no alivio dos problemas de pele e reversão dos sinais de envelhecimento.

Para usar óleo para a saúde da pele, combine de 3 a 4 gotas com ½ colher de chá de óleo de coco ou jojoba e massageie na área de interesse. Você também pode adicionar óleo de lavanda ao seu rosto ou lavar o corpo.

Eu também recomendo misturar óleo de lavanda com óleo essencial de olíbano e aplicá-lo em sua pele logo pela manhã, após o banho, e logo antes de dormir. Isso ajudará na diminuição da inflamação e dos sinais de envelhecimento, como manchas escuras.

Estudos também mostram que o óleo de lavanda, juntamente com outros óleos essenciais como tomilho, alecrim e cedro, pode melhorar significativamente a alopecia areata e a perda de cabelo quando massageados no couro cabeludo diariamente.

7. Aliviar dores de cabeça:

Caso seja um dos milhões de pessoas que sofrem de dores de cabeça de tensão ou enxaqueca, o óleo de lavanda pode ser o remédio natural que está procurando. É um dos melhores óleos essenciais para dores de cabeça porque induz ao relaxamento e alivia a tensão. Funciona como agente sedativo, ansiolítico, anticonvulsivante e calmante.

De acordo com um estudo, pessoas que sofrem de enxaqueca tiveram uma redução significativa na dor quando inalaram óleo de lavanda por 15 minutos. A diferença entre o grupo de controle e o grupo de tratamento com óleo foi estatisticamente significativa. Dos 129 casos de ataque de cefaleia, 92 responderam total ou parcialmente à lavanda.

Descobri que um dos remédios naturais mais eficazes para a dor de cabeça é pentear duas gotas de óleo de lavanda com óleo de hortelã-pimenta e esfregar a mistura na parte de trás do pescoço e nas têmporas. Difundir a lavanda ou inalá-la diretamente da garrafa também pode aliviar dores de cabeça.

o óleo combate dores de cabeça de tensão ou enxaqueca
o óleo combate dores de cabeça de tensão ou enxaqueca

8. Melhorar o sono e a insônia:

Por causa das propriedades sedativas e calmantes do óleo de lavanda, o óleo trabalha na melhora do sono e tratamento da insônia. Um estudo de 2015 envolvendo 158 mães no período pós-parto foi dividido no grupo controle ou intervenção.

O grupo de intervenção inalou óleo de lavanda antes de dormir quatro vezes por semana durante oito semanas. As mulheres que usaram óleo apresentaram uma melhora significativa na qualidade do sono quando comparadas ao grupo controle.

Existem vários estudos, assim como este envolvendo mães, que demonstram que o óleo de lavanda tenha efeitos calmantes indutores do sono. A inalação de lavanda mostrou reduzir os distúrbios do sono, melhorar a qualidade e a duração do sono, combater a insônia e melhorar o bem-estar.

Além disso, ao contrário da maioria dos remédios sedativas, a lavanda não causa nenhum efeito colateral indesejado. Na verdade, promove a saúde mental e física geral.

Para melhorar sua qualidade de sono, espalhe óleo no seu quarto antes ou durante o sono. Além disso, você pode esfregar 3-5 gotas diretamente em seu pescoço, peito e têmporas. Tome um banho curativo, adicionando 15 gotas de óleo de lavanda e 1 xícara de sais de epsom na banheira é outra maneira eficaz de usar óleo de lavanda para melhorar o sono e relaxar o corpo.

E também descobri que fazer uma mistura de óleo de lavanda, óleo essencial de camomila romana e óleo de magnésio é a melhor combinação para melhorar o sono. Basta esfregar essa mistura na parte de trás do pescoço e dos pulsos para induzir uma sensação de paz e tranquilidade.

9. Aliviar a dor:

Vários estudos descobriram que o óleo de lavanda ajuda como um analgésico natural. Esfregar a lavanda na área afetada pode reduzir a inflamação e a intensidade da dor, ajudando no alivio dos sintomas de muitos problemas de saúde.

Um estudo de 2015 indica que a aplicação tópica de óleo de lavanda diminui intensidades moderadas de dor durante a inserção de agulhas de diálise. Pesquisadores apontam que a lavanda pode ser uma opção para reduzir a dor causada pela inserção de agulhas de diálise, o que causa medo e ansiedade constantes para muitos pacientes em hemodiálise.

Outro estudo descobriu que uma combinação de óleos essenciais de lavanda, manjerona, hortelã-pimenta e pimenta-do-reino melhorou a dor no pescoço quando aplicada diariamente na área afetada.

E ainda outro estudo recente provou que o óleo de lavanda, quando massageado na pele, pode aliviar a dismenorreia, que está associada à dor menstrual e cãibras no baixo-ventre. Os resultados deste estudo sugerem que o óleo pode ser usado como um remédio natural para TPM e cólicas menstruais.

10. Terapia complementar para o câncer:

Um estudo feito em 2012 mostrou que a aromaterapia, particularmente no uso do óleo de lavanda, ajuda os pacientes com câncer a lidarem com o estresse, náusea, dor crônica e depressão. Como o óleo de lavanda funciona para estimular o sistema imunológico, melhorar o humor, melhorar o sono e combater o estresse, ele pode ser usado como agente terapêutico.

Massagear o óleo na parte de trás do pescoço, tórax, pulsos e têmporas pode induzir efeitos relaxantes e calmantes. Caso esteja sentindo dores musculares ou nas articulações, ou dor no local das injeções, aplique de 2 a 3 gotas de lavanda na área afetada.

Para aliviar o estresse e a ansiedade e melhorar o sono, difunda a lavanda ou inale diretamente da garrafa. Isso pode ser particularmente útil antes e depois de procedimentos cirúrgicos e tratamento quimioterápico.

Como usar o óleo de lavanda?

como usar o óleo de lavanda?
como usar o óleo de lavanda?

1. Perfume natural:

Você quer cheirar bem sem usar perfumes tóxicos? O óleo é um ótimo perfume para mulheres e homens. Você pode tentar adicionar óleo puro diretamente à sua pele, ou pode diluir o óleo em água ou com um óleo para um perfume mais sutil.

Caso queira esfregar o óleo diretamente na pele, tente adicionar 2 a 3 gotas nas palmas das mãos e esfregar as mãos. Em seguida, esfregue o óleo diretamente em sua pele ou cabelo.

Você também pode tentar usar 2 gotas de óleo de lavanda adicionado em um frasco de spray com cerca de ½ xícara de água. Agite o frasco de spray e depois pulverize o que quiser.

Combine o óleo de lavanda com outros óleos relaxantes, como óleo essencial de cedro ou óleo essencial de incenso. Adicione óleos de lavanda, incenso e hortelã-pimenta, que cheiram muito bem e ajudam na diminuição da inflamação e melhora da saúde da pele. Outra ótima maneira de usar óleo como um perfume natural é adicioná-lo em seu xampu.

2. Purificador de ar não-tóxico:

Da mesma forma que usar o óleo de lavanda como perfume, você pode usá-lo em sua casa como um purificador de ar natural e livre de tóxicos. Ou borrife o óleo em sua casa ou tente difundi-lo. Para criar uma atmosfera relaxante em seu quarto antes de adormecer, experimente pulverizar a mistura de óleo e água de lavanda diretamente em seus lençóis ou travesseiros.

Você pode tentar o mesmo método em seu banheiro também, e também em suas toalhas de banho. Antes de tomar um banho relaxante ou chuveiro, borrife sua toalha com óleo para que o perfume calmante esteja esperando por você quando sair do banho.

3. Como protetor labial:

O óleo de lavanda é excelente para prevenir queimaduras solares nos lábios e também para curar os lábios ressecados. Tente adicionar um par de gotas de óleo a manteiga de karité, óleo de jojoba, óleo de coco e depois esfregue em seus lábios para proteção caso esteja exposto ao sol.

Caso tenha uma queimadura solar em outras áreas do seu corpo, tente usar o mesmo método para curar a pele mais rapidamente e evitar coceira e ressecamento que pode resultar após uma queimadura causada pelo sol.

4. Remédio para desconforto estomacal:

Muitas pessoas acham que o cheiro de lavanda é reconfortante para o estômago. Caso esteja sentindo náuseas, ou sabe que vai viajar em um carro, de avião, em ônibus e está propenso a enjoo, borrife um pouco de óleo de lavanda em sua pele e roupas, ou esfregue em suas têmporas e nas palmas das mãos.

5. Impulsionador de sabor:

A lavanda é um grande realçador de sabor em receitas como muffins sem grão, chás e até molhos de salada. O óleo é completamente comestível, mas use uma quantidade muito pequena, pois o sabor é muito poderoso. Você também deve comprar somente um óleo 100% puro de alta qualidade de uma empresa de renome.

Tente adicionar 1-2 gotas em suas receitas para fornecer um sabor surpreendente. É dito que a lavanda combina perfeitamente com coisas como cacau escuro, mel puro, limão, cranberries, vinagrete balsâmico, pimenta preta e maçãs.

Onde comprar:

Ao comprar óleo essencial de lavanda, compre de uma marca de alta qualidade com teor terapêutico e que seja orgânico, que não seja pulverizado com produtos químicos. Isso é especialmente importante caso planeje consumir óleo de lavanda ou usá-lo topicamente.

Efeitos colaterais e contraindicações:

Para a maioria das pessoas, o óleo é completamente seguro. No entanto, não há uma quantidade extensa de pesquisas científicas feitas sobre as interações do óleo de lavanda com outros medicamentos, ou para seu uso em mulheres grávidas, portanto, há certas situações em que é preciso ter cautela.

efeitos colaterais e contraindicações do óleo
efeitos colaterais e contraindicações do óleo

Interações medicamentosas:

Caso esteja tomando algum medicamento prescrito para distúrbios relacionados ao sono ou para depressão, tenha cuidado com o fato de que a lavanda pode aumentar a eficácia desses medicamentos.

Ao usar um remédio para dormir sem receita médica ou qualquer tipo de sedativo (até remédio para tosse ou gripe), tenha em mente que a lavanda torna muitas pessoas sonolentas, por isso é melhor não combinar óleo com outros medicamentos, ou suplementos relacionados ao sono.

Para mulheres grávidas:

O óleo é geralmente considerado seguro para mulheres grávidas e amamentando. Porque pode ter um efeito relaxante nos músculos e também pode afetar os níveis hormonais, use lavanda com cautela no terceiro trimestre. É melhor conversar com seu médico sobre o uso de qualquer óleo essencial durante a gravidez, uma vez que não foi garantido que eles sejam seguros no momento.

Para crianças:

O óleo é considerado geralmente seguro para as crianças, embora haja alguma preocupação de que o efeito do lavanda nos níveis hormonais possa ser prejudicial para os meninos que ainda não passaram pela puberdade.

Embora não haja fortes evidências de que a lavanda seja um desregulador hormonal (pois em apenas 1 a 2 estudos muito pequenos foram concluídos esse estudo), os pais são aconselhados a tomar cuidado ao usar óleo de lavanda frequentemente em crianças pequenas.

Consumo do óleo de lavanda:

Estudos têm olhado principalmente para os efeitos do uso de óleo de lavanda topicamente na pele ou através da inalação. Não foram encontrados sintomas negativos quando três gotas de óleo são misturadas com outro óleo e aplicadas diretamente na pele.

Um artigo baseado em evidências de 2013, no entanto, destacou que a lavanda pode ser consumida em uma grande dose de 80 a 160 miligramas sem efeitos adversos, exceto por sintomas gastrointestinais menores.

Para evitar a irritação gastrointestinal, mantenha o uso interno ao mínimo e tenha cuidado caso tenha um sistema digestivo sensível. Não há interações alimentares conhecidas de óleo de lavanda neste momento.

Sou nutricionista e Personal Trainer. Me formei pela Universidade Federal do Tocantins em 2002, com registro profissional no CRN-4 nº 1509723, tenho especialização em Nutrição Esportiva, Treinamento Físico e treinos Curto de alta intensidade.

8 comentários

  • […] 2 gotas de óleo de lavanda; […]

  • […] 2 gotas de óleo de lavanda; […]

  • […] de impotência, e mulheres que têm uma síndrome pré-menstrual pronunciada (a lignina contida no óleo neutraliza este e outros problemas hormonais, sendo, na verdade, o estrogênio da […]

  • […] As pessoas tendem a se sentir mais relaxadas, agradáveis ​​e melhoradas depois de aplicar óleo de lavanda no […]

  • […] duas a três gotas de óleo de lavanda a uma ou duas colheres de sopa de óleo de coco. Misture bem e aplique a mistura na área afetada. […]

  • […] lavanda é outro óleo essencial que possui alta atividade antimicrobiana que pode ajudar no tratamento da […]

  • […] – 10 gotas de óleo essencial de lavanda ou óleo essencial de […]

  • […] 5 gotas de óleo de lavanda; […]

Deixe um comentário