Vitamina E: Para que Serve, Benefícios e Contraindicações!

Revisado por

Nutrição e Educação Física pela UFT

Especialista do Dicas de Beleza

Vitamina E: Para que Serve, Benefícios e Contraindicações. Além disso, a Vitamina E fornece muitos benefícios essenciais à saúde e participa de diversas funções no organismo.

Das suas propriedades antioxidantes potentes à sua capacidade de proteger as células contra os danos, ela pode ter um efeito poderoso quando se trata da sua saúde.

Adicionar alimentos ricos em Vitamina E em sua dieta pode ajudar no tratamento de certos problemas de pele, estimular o crescimento do cabelo e até mesmo auxiliar na saúde da visão saudável – além dos outros benefícios.

Encontrado em uma grande variedade de alimentos ricos em nutrientes, como frutas, legumes, nozes, sementes e óleos, aumentar o seu consumo é muito fácil e pode vir com alguns benefícios muito grandes.

Veja o que precisa saber sobre esse importante micronutriente e como pode ter a certeza de receber sua dose diária.

Vitamina E
Vitamina E

Para Que Serve: 

Ela é uma vitamina lipossolúvel que age como um antioxidante no organismo. Ela está dividida em duas formas diferentes: tocoferóis e tocotrienóis. Uma forma específica de Vitamina E, chamada alfa-tocoferol, é a forma mais comumente encontrada na dieta ocidental moderna.

Devido às suas propriedades antioxidantes, ela é absolutamente essencial para a saúde. A Vitamina E beneficia muitos aspectos da saúde e tem demonstrado reduzir os sintomas da TPM, apoiar a saúde da pele e dos cabelos e promover uma visão saudável.

Também protege as células contra os danos oxidativos, mantém o sistema imunológico funcionando e ajuda na prevenção de doenças crônicas. Além disso, reduz a coagulação do sangue e está envolvida na saúde ocular, função cerebral e expressão gênica.

Por ser tão abundante em toda a dieta, as deficiências são incrivelmente raras e geralmente ocorrem apenas em pessoas com outros problemas de saúde que prejudicam a absorção de gordura.

No entanto, uma deficiência dessa vitamina pode vir com algumas consequências graves e duradouras para a saúde, se não for revestida.

Os Principais Alimentos Ricos em Vitamina E:

Conseguir uma quantidade suficiente de Vitamina E em sua dieta é crucial para a saúde. Felizmente, ela é abundante em todo o suprimento de alimentos, facilitando o atendimento de suas necessidades através de sua dieta.

É especialmente rica em muitos tipos de óleos, nozes e sementes, além de certos tipos de frutas e vegetais.

Não tem certeza de que está consumindo alimentos ricos em Vitamina E em sua dieta? Dê uma olhada em algumas das principais fontes dessa vitamina, e descubra se pode ser hora de começar a aumentar o seu consumo ou melhorar suas fontes alimentares.

  • Óleo de germe de trigo: 1 colher de sopa contém 20,2 miligramas (101% do VD)
  • Sementes de girassol: 1/4 xícara contém 11,6 miligramas (58% do VD)
  • Amêndoas: 1 onça contém 7,3 miligramas (37% do VD)
  • Avelãs: 1 onça contém 4,2 miligramas (21% do VD)
  • Espinafre: 1 xícara cozida contém 3,7 miligramas (19% do VD)
  • Abacate: 1 xícara contém 3,1 miligramas (16% do VD)
  • Nabiças: 1 xícara cozida contém 2,7 miligramas (14% do VD)
  • Abóbora Butternut: 1 xícara cozida contém 2,6 miligramas (13% do VD)
  • Nozes de pinho: 1 onça contém 2,6 miligramas (13% do VD)
  • Óleo de palma: 1 colher de sopa contém 2,2 miligramas (11% do VD)
  • Amendoim: 1 onça contém 1,9 miligramas (10% do VD)
  • Azeite: 1 colher de sopa contém 1,9 miligramas (10% do VD)
  • Manga: 1 xícara contém 1,8 miligramas (9% do VD)
  • Batata-doce: 1 xícara cozida contém 1,4 miligramas (7% do VD)
  • Tomate: 1 xícara cozida contém 1,3 miligramas (7% do VD)
Alimentos Fonte de Vitamina E
Alimentos Fonte de Vitamina E

Recomendações Diárias de Vitamina E:  

Para a maioria dos adultos, geralmente é recomendado consumir pelo menos 15 miligramas de Vitamina E por dia, embora esse número aumente para 19 miligramas nas mulheres que estão amamentando.

A necessidade de Vitamina E para crianças pode variar amplamente com base na idade, no entanto, a necessidade dessa vitamina aumenta gradualmente à medida que envelhecemos.

Aqui estão as recomendações para o consumo de Vitamina E:

  • 0 a 6 meses: 4 miligramas por dia;
  • 7 a 12 meses: 5 miligramas por dia;
  • 1 a 3 anos: 6 miligramas por dia;
  • 4 a 8 anos: 7 miligramas por dia;
  • 9–13 anos: 11 miligramas diários;
  • 14+ anos: 15 miligramas por dia.

Benefícios da Vitamina E para Saúde: 

Vitamina E fornece muitos benefícios essenciais à saúde e participa de diversas funções no organismo, então confira os principais benefícios dessa vitamina para saúde.

Benefícios da Vitamina E por Ter Propriedades Antioxidantes:

Antioxidantes são compostos que ajudam na neutralização dos radicais livres nocivos no corpo para prevenir o estresse oxidativo e danos celulares. Acredita-se que os antioxidantes desempenhem um papel central na saúde e na doença, com algumas pesquisas mostrando que podem ser protetores contra vários condições crônicas, incluindo doenças cardíacas, diabetes e até mesmo câncer.

A Vitamina E tem poderosas propriedades antioxidantes que podem prevenir o envelhecimento prematuro, reduzir o risco de doenças e proteger a saúde de suas células. Alfa-tocoferol, em particular, é o tipo mais comum de Vitamina E e tem demonstrado ter propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes no corpo.

Benefícios da Vitamina E para Melhorar a Saúde da Pele:

Caso deseje acelerar a cicatrização de feridas ou combater a acne, consumir mais Vitamina E para pele pode ajuda-lo. Graças à sua riqueza de potentes antioxidantes, a Vitamina E tem demonstrado ajudar no tratamento de uma gama de diferentes problemas de pele.

Um estudo mostrou que a combinação de Vitaminas A e E foi capaz de prevenir a formação de comedões e milia, que são pequenos inchaços que se formam na pele e estão relacionados à acne. Outro estudo fora da Itália descobriu que a suplementação de Vitamina E ajudou na melhora dos sintomas da dermatite atópica.

Embora a pesquisa seja limitada, a Vitamina E também pode ter outros benefícios quando se trata de saúde da pele, como a melhoria da cicatrização de feridas e da prevenção do câncer de pele.

Além disso, essa vitamina também pode aliviar a inflamação, o que pode ajudar no tratamento de certos problemas de pele, como eczema, psoríase e acne.

Benefícios da Vitamina E para Promover o Crescimento do Cabelo:

Além de lhe dar uma pele brilhante, a Vitamina E também pode manter seu cabelo saudável e forte também. De fato, algumas pesquisas sugerem que adicionar mais alimentos ricos em Vitamina E em sua dieta pode realmente promover o crescimento do cabelo.

Um estudo recente de 2017 relatou que o estresse oxidativo está ligado à perda de cabelo, o que significa que o consumo de alimentos ricos em antioxidantes, como os alimentos ricos em Vitamina E, pode manter o cabelo saudável.

De fato, um estudo analisou os efeitos da Vitamina E em 38 pessoas com queda de cabelo e descobriu que, a suplementação com esse micronutriente por oito meses aumentou o número de cabelos dos voluntários em impressionantes 34,5%.

Benefícios para Saúde Ocular:

A Vitamina E é um dos principais micronutrientes envolvidos na visão. De fato, a perda de visão é um dos sintomas mais comuns de uma deficiência de Vitamina E.

A Vitamina E também pode ser protetora contra certos distúrbios da visão. Uma revisão mostrou que um alto consumo dessa vitamina, através de fontes alimentares ou suplementação, e altos níveis de Vitamina E no sangue podem estar associados a um menor risco de catarata relacionada à idade.

Outro estudo descobriu que tomar uma alta dose de Vitamina E ajudou na normalização do fluxo sanguíneo para a retina em pessoas com diabetes tipo 1, indicando que esse micronutriente pode proteger contra os sintomas da diabetes, como retinopatia diabética e perda de visão.

Benefícios da Vitamina E para Saúde Ocular
Benefícios da Vitamina E para Saúde Ocular

Benefícios para Reduzir os Sintomas da TPM:

A síndrome pré-menstrual, também conhecida como TPM, é um conjunto de sintomas que muitas mulheres experimentam pouco antes de seus períodos, incluindo alterações de humor, desejos, fadiga, irritabilidade, depressão e mamas sensíveis.

Algumas pesquisas promissoras descobriram que a Vitamina E pode ser uma maneira natural e eficaz para tratar os sintomas da TPM.

Um estudo com 86 mulheres mostrou que esta vitamina foi eficaz no alívio dos sintomas. Outro estudo teve achados semelhantes, relatando que a suplementação de Vitamina E foi capaz de melhorar três das quatro classes de sintomas da TPM em mulheres.

Sinais de Deficiência:

A deficiência de Vitamina E é muito rara e normalmente ocorre somente se você tiver um problema subjacente que prejudica a absorção de vitaminas lipossolúveis, como a Vitamina E.

Em particular, pessoas com fibrose cística, doença de Crohn, pancreatite crônica, colestase ou síndrome do intestino curto têm maior risco de ficar com deficiência dessa vitamina.

Sintomas comuns de deficiência de Vitamina E incluem:

  • Dor muscular;
  • Fraqueza;
  • Problemas de visão;
  • Dormência;
  • Imunidade diminuída;
  • Perda de equilíbrio;
  • Tremores;
  • Dificuldade para andar.

Se você acha que pode ter uma deficiência, é importante conversar com seu médico para determinar o melhor curso de ação.

Aumentar sua ingestão de alimentos ricos em Vitamina E é geralmente a opção mais recomendada, em detrimento da suplementação, para minimizar o risco de efeitos colaterais adversos.

Onde Encontrar e Como Usar:

Ela pode ser encontrada em uma variedade de alimentos que estão disponíveis em sua mercearia local.

Para dar um impulso à seu consumo, simplesmente vá para a seção de frutas e vegetais e comece a estocar alguns alimentos fontes dessa vitamina, como abacates, nabos, espinafre e tomates. Você também procurar algumas das fontes mais concentradas de Vitamina E, como o óleo de gérmen de trigo.

Suplementos de Vitamina E também estão disponíveis em forma de cápsula e são frequentemente usados por médicos para tratar deficiências mais graves dessa vitamina. O gel dessas cápsulas também pode ser extraído e aplicado diretamente no cabelo ou na pele.

No entanto, se tomado por via oral, existe a preocupação de que a suplementação de Vitamina E possa aumentar o risco de sangramento e derrame. Também pode causar efeitos colaterais, como cólicas estomacais, náusea, diarreia e fadiga.

Na maioria dos casos, é melhor conseguir esta vitamina  em alimentos integrais em vez de suplementos, a menos que seja sob supervisão médica para minimizar o risco desses efeitos colaterais.

Não só isso, mas incluir uma grande variedade de frutas e vegetais ricos em Vitamina E em sua dieta também pode fornecer outros nutrientes importantes que seu corpo precisa. De fato, muitas de suas fontes também são boas fontes de Vitamina K e também consideradas alimentos nutritivos ricos em Vitamina C.

Efeitos Colaterais e Contraindicações:

Embora existam riscos mínimos associados ao aumento da ingestão de alimentos ricos em Vitamina E, há alguma preocupação com a segurança da suplementação dessa vitamina.

Quinze miligramas por dia é a dose diária recomendada de Vitamina E. Exceder essa quantidade pode causar sérios efeitos colaterais, especialmente se tiver problemas de saúde subjacentes, como diabetes ou doenças cardíacas.

Tomar quantidades elevadas de Vitamina E pode aumentar o risco de sintomas adversos e pode até aumentar o risco de AVC hemorrágico em 22%.

Há também algumas pesquisas indicando que tomar grandes quantidades de um multivitamínico combinado com um suplemento de Vitamina E, pode realmente aumentar o risco de câncer de próstata em homens.

A suplementação também pode causar outros sintomas, como náuseas, cólicas estomacais, diarreia, fadiga, dores de cabeça e hematomas.

Por esse motivo, é melhor manter o consumo de alimentos ricos nessa vitamina em vez de usar um suplemento, a menos que seja aconselhado pelo seu médico.

Ao incorporar mais alimentos fontes dessa vitamina em sua dieta, você também pode conseguir outros micronutrientes importantes para completar e otimizar sua dieta.

Suplemento de Óleo de Vitamina E
Suplemento de Óleo de Vitamina E

Considerações Finais: 

A Vitamina E é um tipo de vitamina lipossolúvel com propriedades antioxidantes. Além de reduzir o estresse oxidativo e bloquear a coagulação do sangue, também está envolvida na saúde dos olhos, função cerebral e expressão gênica.

É encontrada em abundância em muitos alimentos diferentes, mas algumas das melhores fontes dessa vitamina incluem frutas, legumes, nozes, sementes e óleos.

Além de agir como um antioxidante, ela também pode reduzir os sintomas da TPM, promover o crescimento do cabelo, auxiliar na saúde da visão e melhorar a saúde da pele.

A deficiência de Vitamina E é rara e geralmente ocorre somente ao lado de outros problemas de saúde que prejudicam a absorção de gordura. Os sintomas de deficiência de Vitamina E podem incluir dores musculares, fraqueza, problemas de visão e dormência.

Embora os suplementos estejam disponíveis, existem algumas preocupações de que possam vir acompanhados de efeitos colaterais adversos. Em vez disso, é melhor incorporar uma ampla variedade de alimentos ricos nesse micronutriente em sua dieta para atender às suas necessidades diárias.

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

AUTOR: Alan Costa

Sou nutricionista e Personal Trainer. Me formei pela Universidade Federal do Tocantins em 2002, com registro profissional no CRN-4 nº 1509723, tenho especialização em Nutrição Esportiva, Treinamento Físico e treinos Curto de alta intensidade.

DEIXE O SEU COMENTÁRIOS:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários