Dicas de Saúde

As 7 dicas para controlar a pressão alta naturalmente!

dicas para controlar a pressão

Para controlar a pressão alta é preciso conhecer os métodos certos para não piorar. A pressão sanguínea é a força exercida pelo sangue à medida que ele circula pelas artérias, já as artérias são os vasos sanguíneos que transportam o sangue do coração para o resto do corpo.

dicas para controlar a pressão
dicas para controlar a pressão

Caso a Pressão alta não for tratada a tempo pode apresentar problemas cardíacos, cardiovasculares e até mesmo problemas que pode afetar órgãos como olhos, cérebro, coração, vasos sanguíneos e rins.

Vale ressaltar que, um estilo de vida saudável desempenha um papel importante no tratamento da Pressão Alta. Além disso, quando você muda seus hábitos, você consegue controlar a pressão, mas isso não significa que pode retardar ou reduzir o tratamento medicamentoso.

Dicas para controlar a pressão alta naturalmente:

1. Equilibre sua dieta e perca peso:

A Pressão Alta muitas vezes aumenta à medida que o peso também aumenta, no entanto, quanto mais peso você perde, mais diminui a Pressão Alta.

Lembre-se que uma alimentação baseada em grãos integrais, frutas, legumes e uma dieta com baixo teor de gordura pode baixar a Pressão Alta, especialmente se os níveis de gorduras saturadas e colesterol forem mínimos.

A nutrição adequada é o primeiro passo para reduzir a pressão alta, depois de baixar a Pressão Alta no nível que precisa, você pode comer alguns biscoitos ou deleite ocasional, mas se esforce para seguir uma dieta como esta na maioria das vezes, para evitar que a sua Pressão Alta suba novamente e tenha sérios problemas de saúde.

2. Escolha alimentos que diminuam sua pressão:

As Frutas e vegetais são uma parte importante da boa nutrição, mas você sabia que alguns ajudam a controlar a Pressão Alta.

Além disso, inclua a melancia em sua dieta, pois ela contém fibra, licopeno, vitamina A e potássio, os quais estão ligados à Pressão Arterial baixa, além disso, ela contém dois aminoácidos chamados L-citrulina e L-arginina, respectivamente, que ajudam a controlar a pressão alta.

Sobretudo, a adição de uma grande variedade de frutas e vegetais, ricos em potássio, é um complemento vital para qualquer dieta destinada a controlar a pressão alta. Nesse caso, boas fontes de potássio incluem as ervilhas, bananas, batatas, tomates, suco de laranja, feijão e melão.

Aumente o consumo de ômega 3, alho, curcumina (cúrcuma), gengibre, pimenta caiena, óleo de oliva e nozes, esses alimentos são aliados perfeitos para baixar a Pressão Alta.

3. Exercite-se regularmente:

Faça atividade física regularmente de 30 minutos a 1 hora por dia, para controlar a Pressão Alta e não precisa esperar muito tempo para observar os resultados.

dicas para controlar a pressão
dicas para controlar a pressão

No entanto, o exercício melhora a sua saúde e é a chave para controlar o nível de pressão alta elevado.

4. Controle a ingestão de sódio:

Vale ressaltar que, o sódio é o inimigo natural da hipertensão então limite o consumo de sódio, pois a hipertensão ou a pressão sanguínea elevada é aumentada pelo consumo de sódio em grandes quantidades, o que faz com que as artérias, que transportam o sangue no corpo, perca a elasticidade e torna-se mais rígida, o que complica o trabalho do coração e rins.

Caso precise adicionar sabor à sua comida, você pode fazê-la com segurança, com muitas ervas e especiarias, algumas das quais, em particular, podem realmente ajudá-lo a controlar a pressão alta.

A pimenta caiena dilata os vasos sanguíneos, melhora o fluxo de sangue e reduz a inflamação do corpo, melhorando desse modo a função cardiovascular e causando uma diminuição da pressão alta. Já o alho reduz tanto o colesterol quanto a pressão sanguínea.

5. Restrinja a quantidade de álcool:

No entanto, beber rápido e incontrolavelmente, quatro ou mais bebidas seguidas, pode causar um aumento súbito e grande da pressão alta, além de outros problemas de saúde.

6. Evite os fumantes: 

Além de todos os outros perigos do tabagismo, a nicotina presente nos produtos do tabaco pode aumentar a pressão alta, até uma hora depois de fumar.

Portanto, quando uma pessoa fuma ao longo do dia, sua Pressão pode permanecer sempre alta. A fumaça de pessoas que fumam deve ser evitada, pois a inalação produzida por outras pessoas nos coloca em risco de sofrer problemas de saúde, como pressão alta e doenças cardíacas.

7. Diminua o estresse:

O estresse e ansiedade podem aumentar temporariamente a pressão alta, trabalho, família, situação financeira ou doença podem alterar suas emoções e gerar estresse.

Portanto, tenha períodos de descanso para fazer exercícios de respiração profunda, e peça a um membro da família ou alguém próximo para ajudá-lo com uma massagem de vez em quando. Além disso, tomar um banho, andar, isso irá ajudá-lo a pensar melhor e se sentir mais relaxado.

Formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, escreve artigos de beleza e saúde com noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.

4 comentários

  • […] peritonite, o exame revela um estômago duro e doloroso, pulso rápido e, às vezes, uma queda na pressão arterial. No sangue, o número de leucócitos aumenta. Se a Diverticulite é acompanhada por sangramento […]

  • […] processo pode ser acelerado comendo alguns Alimento que Ajuda a Parar de Fumar. A nicotina é uma potente neurotoxina que, em pequenas doses, tem um efeito estimulante na psique. Além […]

  • […] sal para o seu corpo funcionar, mas você sabia que quando consome em excesso há aumento da pressão arterial e tem efeitos colaterais nos rins, cérebro, artérias e […]

  • […] Depressão por causas explícitas ou ocultas, por exemplo, devido ao tempo longo sem sol. Além disso, quando o humor não é muito bom de manhã, é difícil levantar-se, não há vontade de fazer nada, novamente, inconscientemente, você tem desejo de comer Doce, porque ele contribui para a produção de serotonina, o hormônio da alegria. Mas além dos Doces, existem outros alimentos menos nocivos que aumentam os níveis de serotonina, como as bananas. […]

Deixe um comentário