4 principais alimentos ricos em ômega 3 e ômega 6

Os ácidos graxos ômega 3 e ômega 6 são um tipo de gordura poli insaturada, mas que respectivamente, desempenham diferentes funções no nosso organismo. Além disso, o ômega-3 e Ômega 6 são chamados de ácidos graxos essenciais.

Ou seja, são essenciais para o bom funcionamento do corpo e devem ser fornecidos pela dieta. Em geral, certamente consumimos muito ômega-6 e pouco ômega-3.

principais alimentos ricos em ômega 3 e ômega 6
principais alimentos ricos em ômega 3 e ômega 6

Para reverter essa tendência, decerto você deve saber como limitar as principais fontes de ômega-6 e como favorecer alimentos ricos em ômega-3.

Onde encontrar ômega 3?

Em peixes, especialmente no chamado peixe gordo (pele azul). Independentemente da origem do peixe, o importante é comer regularmente, pelo menos duas vezes por semana: cavala, salmão, arenque, sardinha a e atum branco.

  1. No fígado de bacalhau (para ser consumido como torrada num pedaço de pão).
  2. Nos crustáceos e mariscos, consumir uma vez por semana.
  3. Em óleo de canola.
  4. Linhaça.

1. Brotos jovens:

  • Alface, compota, espinafre. Coloque no cardápio principalmente três vezes por semana.

2. Sementes oleaginosas:

3. Ovos ricos em ômega-3:

Eles são depositados por galinhas alimentadas com semente de linhaça. Caso contrário, então, use ovos criados em fazendas, pois eles são depositados por galinhas criadas ao ar livre que se beneficiaram de uma dieta rica em ervas frescas (a erva é naturalmente rica em ômega-3).

4. Germe de trigo.

Quais são as fontes de ômega-6 que você deve limitar?

  1. Óleos de girassol e amendoim.
  2. Os óleos de semente de uva, milho, cártamo, borragem, prímula, palmeira.
  3. Sementes de girassol, sementes de gergelim.
  4. Margarina de girassol.
  5. As carnes.

Aliás, a maioria dos produtos industriais, também contêm uma grande quantidade. Então, leia os rótulos para evitar produtos que contenham óleo de girassol, milho, amendoim, palma, etc.

Na prática, para limitar o consumo de ômega-6, evite produtos industriais e opte por preparações caseiras. Substitua os óleos de girassol e amendoim por óleo de canola e azeite (que é considerado neutro).

E por que você deveria reequilibrar sua ingestão de bons ácidos graxos?

Parar processos inflamatórios, prevenir doenças cardiovasculares, reduzir o risco de câncer, “alimentar” o cérebro, prevenir a depressão, ter uma pele bonita e manter uma boa saúde geral.

AUTOR: Brenda Lima

Me chamo Brenda Lima, formada em enfermagem pela EEFTESM do Rio de Janeiro desde 2016. Há alguns anos comecei a dedicar-me a produzir conteúdo no Site Dicas de Beleza para ajudar as pessoas que sofrem com uma diversidade de doenças que são oriundas da Má Alimentação. Acredito que o segredo da boa saúde é o equilíbrio, e através da boa alimentação é possível manter um corpo saudável e viver com melhor qualidade de vida.

24 Pings & Trackbacks

  1. Pingback:

  2. Pingback:

  3. Pingback:

  4. Pingback:

  5. Pingback:

  6. Pingback:

  7. Pingback:

  8. Pingback:

  9. Pingback:

  10. Pingback:

  11. Pingback:

  12. Pingback:

  13. Pingback:

  14. Pingback:

  15. Pingback:

  16. Pingback:

  17. Pingback:

  18. Pingback:

  19. Pingback:

  20. Pingback:

  21. Pingback:

  22. Pingback:

  23. Pingback:

  24. Pingback:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *