Dicas de Saúde

6 benefícios da fruta do dragão para saúde!

qual a história da fruta do dragão?

O nome de uma criatura mítica, a fruta do dragão parece boa demais para ser real, é uma fruta exótica que possui benefícios fantásticos para a saúde. Além disso, dragão o que? Não, este não é um mito dos tempos medievais onde cavaleiros salvam princesas de dragões cuspidores de fogo e ganham o cobiçado fruto do dragão de uma árvore mágica.

Dito isto, a verdadeira fruta do dragão contém alguns benefícios bastante mágicos que podem fazer você se sentir como uma linda princesa ou um cavaleiro de armadura brilhante. Nas regiões tropicais e subtropicais da América do Sul e da Ásia, a fruta do dragão floresce e cresce em abundância.

Apropriadamente nomeado, a pele exterior da fruta do dragão é semelhante a um cacto, assemelhando-se à das escamas de um dragão mítico. Considerado um cacto, os seus tons vibrantes de verde e rosa avermelhado indicam que o fruto está cheio de nutrientes, enquanto a polpa cremosa branca com sementes pretas dá lugar a muitas propriedades ricas e naturais.

Também conhecida como pitaya, essas frutas divertidas contêm cerca de 60 calorias cada e são ricas em vitamina C, vitamina B1, vitamina B2 e vitamina B3 e minerais como ferro, cálcio e fósforo. E isso não é tudo. Esta é definitivamente uma das melhores “super frutas” lá fora.

qual a história da fruta do dragão?
qual a história da fruta do dragão?

Qual a história da fruta do dragão?

Originária do Sudeste Asiático, a fruta é na verdade parte da família dos cactos, o que faz sentido, dada a sua camada externa pontiaguda. A fruta do dragão vem de uma planta que parece uma trepadeira, crescendo melhor em áreas secas.

Sendo uma epífita, a fruta prospera em torno de um bom solo orgânico. Ela dá grandes e ornamentadas flores brancas que produzem uma fragrância doce quando está flor, mas você pode perder aquele efeito especial, já que as flores florescem somente uma noite, polinizadas por morcegos e mariposas – no entanto, a planta pode ter até seis frutos
em seus ciclos anuais.

A fruta pode ser muito intimidante à primeira vista, mas descasca com grande facilidade. É geralmente oval, elíptica ou em forma de pêra e possui um sabor doce e às vezes azedo. O interior é tipicamente branco ou vermelho com pequenas sementes que se parecem muito com sementes de gergelim com um crocante similar às sementes encontradas no kiwi.

Hoje, a distribuição vem principalmente do sul da Flórida, Havaí, Caribe, Malásia e Taiwan, mas a fruta é nativa da América Central. É popular como Pitaya no México e como Pitaya roja na América Central e no norte da América do Sul. Pitahaya é o nome espanhol para vinhas frutíferas da América Central.

A fruta do dragão pode ter sido introduzida pela primeira vez há mais de um século, quando os franceses a trouxeram para o Vietnã. Nativa da América Central, a literatura asteca afirma que a fruta remonta ao século XIII. No entanto, acredita-se que tenham sido levados para a Colômbia e Nicarágua, enquanto alguns indicam que veio da Guiana, na América do Sul, em 1870, como planta ornamental, devido às suas grandes flores.

O fato de que essas grandes flores só florescem à noite dá lugar a apelidos de “flor da lua” ou “dama da noite”. Seu nome genérico, Hylocerus, vem de cerus ou a palavra latina cera, que significa “cera” ou “semelhante a uma tocha. ”

Não demorou muito para os vietnamitas perceberem o quão delicioso é o fruto, o que incentivou o cultivo. Agora considerada indígena, especialmente a variedade de polpa branca, Hylocereus undatus, também chamada de dragão azul pelos vietnamitas, a fruta foi cultivada no Vietnã comercialmente, resultando em uma safra produtora de lucro.

Foi introduzido recentemente em 1999 nas regiões de Sitiawan, Johor e Kuala Pilah, com a Colômbia e a Nicarágua produzindo para uso comercial, deixando claro que a fruta do dragão prefere crescer em climas mais quentes. Agora é exportado para todo o sudeste da Ásia e se tornou ainda mais popular em lugares como Tailândia, Nova Zelândia, Havaí e Austrália.

É conhecido pelo uso em aromas de sucos, vinhos, medicinal e simplesmente comido fresco ou seco.
Não há riscos conhecidos de fruta do dragão – no entanto, caso tenha algum efeito colateral, pare de comê-lo imediatamente.

Valor Nutricional da Fruta de Dragão:

100 gramas de Fruta do Dragão contém aproximadamente:

  • 50 calorias;
  • 0,4 gramas de gordura;
  • 11 gramas de carboidratos;
  • 1,1 gramas de proteína;
  • 3 gramas de fibra;
  • 0,05 miligramas de vitamina B2 (3% do VD);
  • 0,04 miligramas de vitamina B1 (3% do VD);
  • 8,5 miligramas de cálcio (1% do VD);
  • 20,5 miligramas de vitamina C (34% do VD);
  • 1,9 miligramas de ferro (11% do VD);
  • 22,5 miligramas de fósforo (2% do VD);
  • 0,16 miligramas de vitamina B3 (1% do VD).
quais os benefícios da fruta do dragão?
quais os benefícios da fruta do dragão?

Quais os benefícios da fruta do dragão?

1. Impulsiona o sistema imunológico:

A fruta do dragão é cheia de flavonoides e vitamina C que luta contra a gripe, o que é ótimo para o sistema imunológico. Na verdade, ele possui mais vitamina C do que uma cenoura, tornando o fruto do dragão um dos principais alimentos fontes em vitamina C.

Os micronutrientes da fruta também são impressionantes. Uma pesquisa observou o conteúdo de flavonoides e polifenóis, e efeitos em várias linhas celulares de câncer a partir dos extratos da polpa e da casca da fruta do dragão vermelho e branco.

Ambos os extratos revelaram atividade antineoplásica e uma correlação direta entre o conteúdo fenólico e o efeito antioxidante, recomendando que este extrato pode ser um ingrediente valioso em alimentos, cosméticos, nutracêuticos e até aplicações farmacêuticas.

2. Auxilia na digestão:

Sabe-se que a fibra auxilia na digestão e a melhor maneira de conseguir as fibras é através de vegetais e frutas. A fruta do dragão possui um bom pedaço de fibra, o que pode ajudar na evacuação pela manhã. Pode até mesmo ajudar na eliminação de problemas com IBS e constipação.

A fruta também tem cerca de um grama de fibra por 100 gramas na versão fresca e cerca de 10 gramas por 100 gramas na versão seca, tornando-se um alimento alto em fibras. Para conseguir mais fibras, você pode até mesmo comer a casca da fruta.

Outra razão pela qual a fruta do dragão beneficia a digestão é devido aos oligossacarídeos contigos. Esses oligossacarídeos funcionam como prebióticos, o que melhora a saúde e a digestão do intestino. E isso nem todos os prebióticos podem fazer.

3. Diminui risco de diabetes:

Uma pesquisa publicada mostrou que a fruta do dragão teve resultados positivos sobre o estresse oxidativo nas pessoas testadas, sugerindo seu consumo como benéfico na redução de alguns problemas que podem estar associados ao diabetes.

Além disso, pesquisas adicionais que examinam a maneira como a fruta beneficia a resistência à insulina em ratos obesos descobriram que o consumo de fruta do dragão pode diminuir o risco de diabetes e sintomas de diabetes.

4. Melhora a saúde do coração:

O mesmo estudo falado acima sobre os benefícios da fruta do dragão em relação ao estresse oxidativo e o diabetes também avaliou os efeitos da fruta sobre o coração. Os números são surpreendentes em relação a quantos indivíduos morrem a cada ano de doenças cardiovasculares, como doença coronariana. Estima-se que mais de 170 milhões morrem anualmente de problemas cardíacos – cerca de 31% de todas as mortes no mundo.

O estudo publicado relatou que a fruta pode reduzir o colesterol ruim enquanto melhora o colesterol bom, tornando o dragoeiro um excelente alimento para diminuir o colesterol. Além disso, por ser uma excelente fonte de gorduras monoinsaturadas, pode manter o coração em boa forma.

5. Previne o envelhecimento precoce:

Embora os antioxidantes sejam excelentes para manter o interior do corpo em bom estado, esses pequenos antioxidantes surpreendentes ainda são eficazes para a pele. Os mesmos, neste caso, devido ao teor de vitamina C, fazem um ótimo trabalho no mantimento da pele saudável e firme, o que pode oferecer uma aparência jovem.

Além disso, o fósforo encontrado na fruta do dragão traz um impulso na capacidade de antienvelhecimento. O fósforo, um mineral importante encontrado em todas as células do corpo, representa cerca de 1% do seu peso total. Como é encontrado em todas as células, seu efeito no reparo dessas células é importante para o rejuvenescimento da pele e para a prevenção do envelhecimento precoce.

fruta do dragão tem capacidade antienvelhecimento
fruta do dragão tem capacidade antienvelhecimento

6. Prevenção potencial do câncer:

A fruta do dragão possui fitoalbumina e a fitoalbumina, junta com a vitamina C e os minerais, torna a fruta altamente valorizada por suas propriedades antioxidantes e qualidades de prevenção do câncer. Além disso, existe ainda outra característica que pode ajudar na prevenção do câncer – o licopeno.

O licopeno, também presente no tomate, oferece a cor rica, e os resultados de estudos relatam que pode conter “efeitos quimiopreventivos para câncer de próstata, mama, fígado, pele e pulmão”.

Outro estudo mostra que as células cancerígenas tinham dificuldade em viver e foram significativamente diminuídas quando tratadas com licopeno. A avaliação do câncer de ovário relatou uma redução no número de células cancerígenas após o tratamento com licopeno, e dado o conteúdo de licopeno da fruta do dragão, pode ser um possível alimento para combater o câncer.

Receita com a fruta do dragão:

A fruta do dragão pode ser encontrada seca ou fresca em muitas mercearias. Apenas garanta a compra de variedades orgânicas quando possível.

Para conseguir todos esses benefícios maravilhosos de frutas de dragão, experimente as seguintes receitas, começando com o seguinte.

Smoothie de fruta do dragão e coco:

INGREDIENTES:

– 1 fruta do dragão (retire o interior);
– 1 colher de chá de óleo de coco não refinado;
– 1 colher de chá de sementes de chia;
– 1 banana pequena;
– ½ xícara de mirtilos;
– 1 colher de sopa de caldo de osso de baunilha;
– 1 colher de chá de linhaça moída;
– Grandes sementes de abóbora;
– 1,75 xícaras de água.

MODO DE PREPARO:

  1. Usando um liquidificador, misture a fruta do dragão, banana, água e mirtilos;
  2. Depois, acrescente o óleo de coco, sementes de chia, caldo de osso e sementes de linho, e misture novamente até ficar homogêneo;
  3. Você pode acrescentar um par de cubos de gelo, caso prefira refrigerada ou use bananas congeladas para um smoothie mais espesso;
  4. Cubra com sementes de abóbora e sirva.

Pensamentos finais:

A fruta do dragão pode soar estranha, mas é uma fruta real, com benefícios que podem fazer um excelente complemento para qualquer smoothie ou salada, além de comer por conta própria.

Os benefícios da fruta do dragão incluem o auxilia na digestão, fortalecimento do sistema imunológico, trata e previne o diabetes, melhora a saúde do coração, o antienvelhecimento e até a prevenção potencial do câncer.

Caso esteja procurando por um superalimento de baixo teor de gordura e baixo teor calórico para ser adicionado em sua alimentação, a fruta do dragão pode ser a coisa certa.

Sou nutricionista e Personal Trainer. Me formei pela Universidade Federal do Tocantins em 2002, com registro profissional no CRN-4 nº 1509723, tenho especialização em Nutrição Esportiva, Treinamento Físico e treinos Curto de alta intensidade.

Deixe um comentário