5 Maneiras de Evitar o Óleo Hidrogenado!

Revisado por

Nutrição e Educação Física pela UFT

Especialista do Dicas de Beleza

5 Maneiras de Evitar o Óleo Hidrogenado!

5 Maneiras de Evitar o Óleo Hidrogenado
oleo hidrogenado

O Que é Óleo Hidrogenado?

A hidrogenação é um processo no qual uma gordura insaturada líquida é transformada em uma gordura sólida pela adição de hidrogênio. Durante este processamento, parcialmente, o óleo hidrogenado fabricado, é produzido em um tipo de gordura chamada gorduras trans.

Embora pequenas quantidades de gorduras trans sejam encontradas naturalmente em alguns alimentos, a maioria das gorduras trans da dieta provém dessas gorduras hidrogenadas processadas.

O Óleo Hidrogenado pode afetar a saúde do coração, porque aumenta o colesterol “ruim” (lipoproteína de baixa densidade, ou LDL) e reduz o colesterol “bom” (lipoproteína de alta densidade, ou HDL). Por outro lado, um óleo totalmente hidrogenado contém pouca gordura trans, principalmente gordura saturada, e não apresenta os mesmos riscos à saúde que a gordura trans.

Ainda assim, os fabricantes de alimentos continuam usando os óleos parcialmente hidrogenados para:

  • Economizar;
  • Estender a vida útil;
  • Adicionar textura;
  • Aumentar a estabilidade.

Como Detectar o Óleo Hidrogenado: 

1 – Procure Conhecer os Culpados Comuns:

O óleo hidrogenado é mais comumente encontrado em alimentos que também têm gordura saturada, como:

  • Margarina;
  • Gordura vegetal;
  • Lanches embalados;
  • Alimentos cozidos (especialmente versões prontas);
  • Massa pronta para uso;
  • Comidas fritas;
  • Cremes de café.

2 – Leia Atentamente os Rótulos dos Alimentos: 

Como o óleo hidrogenado contém gorduras trans, é melhor evitar qualquer produto alimentício que contenha gorduras trans. Ainda assim, um produto rotulado como livre de gorduras trans não significa que seja.

Uma empresa pode rotular um alimento livre de gorduras trans caso o conteúdo real seja de 0,5 grama por porção ou menos. Isto não é o mesmo que 0 grama.

Alguns rótulos de alimentos afirmam que não foram adicionadas gorduras trans, mas o óleo hidrogenado ainda pode ser listado como um dos ingredientes. Por isso, é importante ler o rótulo dos alimentos e a lista de ingredientes.

3 – Use Óleos Vegetais Para Cozinhar:

Um estudo de 2011 mostrou que o óleo de cártamo pode melhorar os níveis de glicose e lipídios no sangue e diminuir a inflamação. Azeite de oliva e óleo de abacate também foram constatados como óleos saudáveis para o coração. Além disso, considere assar seus alimentos em vez de fritá-los para economizar gorduras e calorias.

4 – Diminua o Consumo de Alimentos Embalados:

Óleos hidrogenados andam de mãos dadas com a conservação de alimentos, de modo que a gordura hidrogenada frequentemente acaba em alimentos embalados. Diminua sua dependência de alimentos embalados. Comece eliminando um grupo de alimentos de cada vez.

5 – Faça Seus Lanches:

Os lanches podem ser uma parte importante de uma dieta equilibrada. Eles podem sustentá-lo até a próxima refeição, evita que fique com muita fome e também previne a hipoglicemia no sangue. O problema é que muitos lanches convenientes são feitos com óleo hidrogenado.

Opte por lanches mais saciantes que sejam naturalmente isentos de gorduras trans, incluindo:

Lembre-se de verificar os rótulos de qualquer mercadoria embalada que você possa comer com esses lanches, como manteiga de amendoim e iogurte.

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

AUTOR: Alan Costa

Sou nutricionista e Personal Trainer. Me formei pela Universidade Federal do Tocantins em 2002, com registro profissional no CRN-4 nº 1509723, tenho especialização em Nutrição Esportiva, Treinamento Físico e treinos Curto de alta intensidade.

DEIXE O SEU COMENTÁRIOS:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários