Frutas

Mangostão – o que é, benefícios e efeitos colaterais!

Por Alan Costa, em 29/05/2019 (atualizado em 03/06/2020)

O mangostão ajuda a fortalecer o sistema imunológico, tem efeito anti-inflamatório e cicatrizante, além de  ajudar a se livrar de alergias, eczema e doenças de pele. O fruto ainda destrói vírus, germes, fungos e parasitas internos. Além disso, o uso é comprovado na prevenção do câncer.

Devido às suas propriedades curativas, ajuda a fortalecer o sistema cardiovascular, ajuda a melhorar o sono e a se livrar das dores de cabeça, normaliza a circulação cerebral, a digestão e o metabolismo.

Também melhora o apetite, ajuda a queimar gordura e a reduzir o peso. Além disso, esta fruta melhora o sistema endócrino, ajuda a se livrar de distúrbios hormonais, ajuda a limpar e rejuvenescer o corpo e melhora a sua vitalidade. Para saber mais desses e outros benefícios continue lendo o artigo até o final.

mangostão

O que é o mangostão?

Mangostão (também chamado de Mangostim) é uma planta caprichosa que não tolera nem mesmo uma pequena seca e vento. Portanto, sua reprodução artificial requer grande esforço.

Além da Tailândia, é cultivado hoje na Indonésia, Birmânia, Vietnã, Kampuchea, Malásia, Índia, África, Filipinas, Jamaica, Cuba e República Dominicana. Além disso, existem diversas variedades no mundo, cujos frutos quase não diferem entre si em sua aparência ou sabor.

Benefícios do mangostão para saúde:

1. Protege contra germes:

O mangostão são ricos em xantonas (compostos orgânicos), têm propriedades antimicrobianas. Elas impedem o crescimento de bactérias, vírus e fungos. Além disso, a casca seca em pó é usada para tratar infecções por eczema, acne e pele.

2. Saúde cardiovascular:

Estudos mostram que o extrato de mangostão reduz efetivamente os fatores de risco da doença cardíaca, como LDL (mau colesterol) e triglicerídeos, enquanto aumenta o colesterol HDL (bom).

3. Antioxidante:

Xantonas, Catequinas (fitonutriente), Polifenóis (substâncias químicas presentes nas plantas), Proantocianidinas e Esteróis são responsáveis ​​pelas propriedades antioxidantes do mangostão, além de defender o corpo contra os radicais livres e outras substâncias nocivas.

4. Anti-Inflamatório:

O extrato é usado para tratar a dor causada por artrite, radiculite (Inflamação da raiz de um nervo espinhal) e outras doenças inflamatórias.

5. Ter efeitos anticancerígenos:

Estudos populacionais mostram que dietas ricas em vegetais e frutas, estão associadas à redução da incidência de câncer. Compostos vegetais específicos no mangostão (incluindo xantonas) têm efeitos antioxidantes e anti-inflamatórios, que podem ajudar a combater o desenvolvimento e disseminação de células cancerosas.

6. Perda de peso:

Algumas pesquisas em animais e humanos sugerem que pode desempenhar um papel na perda de peso e na prevenção da obesidade.

7. Pele saudável:

Pesquisas sugerem que compostos antioxidantes e anti-inflamatórios no mangostão, podem proteger as células da pele contra danos associados à exposição ao sol e ao envelhecimento.

8. Saúde digestiva:

O mangostão é embalado com fibra. Apenas uma xícara (196 gramas) fornece cerca de 14% do RDI (Ingestão Diária Recomendada). A fibra é essencial para a saúde digestiva, e as dietas ricas em fibras ajudam a promover a regularidade intestinal.

Para que serve o mangostão:

É usado em farmacologia. O fruto é conhecido pelas suas propriedades antioxidantes, devido a presença da vitaminas C e vitaminas E. Além disso, estas vitaminas são capazes de combater eficazmente os radicais livres que destroem as células saudáveis do corpo. ​​

E contribuem para o seu envelhecimento precoce. Mas poucas pessoas sabem sobre as incríveis propriedades das xantonas. Além disso, essas substâncias químicas naturais foram descobertas pelos cientistas há pouco tempo.

As capacidades médicas das xantonas foram cuidadosamente estudadas por especialistas. Suas propriedades farmacológicas mais importantes foram identificadas. Xantonas efetivamente protegem nosso sistema imunológico; contribui para a manutenção do equilíbrio microbiológico no organismo; melhora a atividade mental.

Ajuda o corpo humano a se adaptar melhor ao ambiente externo. Além disso, é importante notar que não apenas a polpa do mangostão é útil, mas também todas as outras partes do fruto, sendo que todas são a única fonte de xantonas, que é conhecida pela ciência.

Contraindicações:

O consumo excessivo pode causar Gripe em algumas pessoas. Algumas doenças intestinais também podem ser agravadas pelo consumo desta fruta. Além disso, pessoas hipersensíveis devem evitar comer mangostão, pois isso pode levar a erupções cutâneas, urticária e coceira.

A dor torácica também é uma preocupação, assim como o inchaço da garganta e da boca. Além disso, essas alergias podem colocar sua saúde em risco. Portanto, é aconselhável consultar um médico assim que esses fenômenos ocorrerem.

Sair da versão mobile