Aspirina Para a Acne – Como Usar e Efeitos Colaterais!

Revisado por

Nutrição e Educação Física pela UFT

Especialista do Dicas de Beleza

Aspirina Para a Acne – Como Usar e Efeitos Colaterais que talvez você não conheça. Além disso, numerosos produtos vendidos sem receita médica podem tratar a acne, incluindo ácido salicílico e peróxido de benzoíla.

Mas como os remédios caseiros estão aumentando sua popularidade para o tratamento da acne, também existem outros métodos não tradicionais, como a aspirina. Saiba mais sobre como a Aspirina para a acne pode ser benéfica, bem como experimentá-la com segurança.

Existe Alguma Evidência Científica Por Trás Deste Remédio?

Você pode principalmente conhecer a aspirina como um analgésico, contudo ela também contém uma substância chamada ácido acetilsalicílico. Este ingrediente está relacionado com o ácido salicílico, ingrediente dos remédios anti-acnes.

O ácido salicílico tem efeitos de secagem que ajudam na eliminação do excesso de oleosidade e células mortas da pele. Pode ajudar aliviar a acne e evitar a formação de novas manchas.

O ácido salicílico tem sido considerado como um método cientificamente comprovado para o tratamento da acne. No entanto, a pesquisa por trás do ácido acetilsalicílico na forma de aspirina não está bem esclarecida.

Até à data, os estudos clínicos disponíveis analisaram os possíveis efeitos anti-inflamatórios que a aspirina pode ter na pele. O medicamento é considerado para ajudar na redução da inflamação relacionada à rosácea, artrite psoriática e até câncer de pele.

Aspirina e Acne Inflamatória: 

Aspirina Para a Acne - Como Usar e Efeitos Colaterais
Aspirina Para a Acne 

A aspirina tem o maior potencial como agente anti-inflamatório para tratar a acne inflamatória. Isso inclui cistos e nódulos. É improvável que funcione para acne não-inflamatória, como cravos e espinhas. Mesmo assim, os potenciais benefícios anti-inflamatórios da Aspirina para a acne não são tão claros.

A Academia Americana de Dermatologia (AAD) recomenda tomar aspirina por via oral como uma forma de reduzir o inchaço da pele relacionado à queimadura solar. Mas essa instituição não possui recomendações específicas para a aspirina no tratamento da acne inflamatória.

Outros estudos também apontam outros efeitos anti-inflamatórios da aspirina. Um estudo envolvendo 24 adultos com inflamação da pele induzida por histamina concluiu que a aspirina ajudou a redução de alguns sintomas, mas não a coceira que o acompanha. Este estudo não examinou o papel da aspirina em lesões de acne, no entanto.

Caso tenha acne inflamatória, há evidências de que a aspirina tópica pode funcionar. Mas isso só se aplica no alivio da inflamação subjacente que está causando sua acne. A própria acne inflamada é atribuída a substâncias como óleo, células mortas da pele, sujeira e bactérias que entopem profundamente os poros.

Ao eliminar a inflamação que está causando a acne, as substâncias podem eventualmente sair dos poros (por conta própria), nesse caso nunca estoure suas espinhas, pois isso pode causar manchas irreversíveis.

Aspirina Para a Acne – Como Usar:  

Use apenas aspirina topicamente. Tomar aspirina por via oral não terá os mesmos efeitos. Você também pode aumentar o risco de efeitos colaterais ao tomar aspirina desta forma, caso não precise para controlar a dor ou a saúde do seu coração.

Para Usar Aspirina na Acne, siga estas instruções:

  • Use aspirina em pó ou esmague completamente alguns comprimidos (géis não moles);
  • Combine a aspirina em pó com 1 colher de sopa de água morna para criar uma pasta;
  • Lave o rosto com o seu limpador normal;
  • Aplique a pasta de aspirina diretamente na acne. Você pode usá-la como um tratamento especial ou aplicar em todo o seu rosto como uma máscara facial;
  • Deixe por 10 a 15 minutos de cada vez;
  • Enxague abundantemente com água morna;
  • Depois passe o seu hidratante habitual.

Você pode repetir este processo como um tratamento local uma ou duas vezes por dia até que a acne apareça. Caso esteja usando aspirina para uma máscara facial, você pode usá-la algumas vezes por semana.

Usar muita aspirina pode secar e desidratar a pele. Também pode levar a surtos, por isso é importante não retirar todos os óleos naturais da sua pele.

Possíveis Efeitos Colaterais:

Os efeitos colaterais mais comuns do uso de aspirina para a acne são ressecamento e irritação da pele. Descamação e vermelhidão podem ocorrer como resultado. A mistura de aspirina com outras formas de ácido salicílico pode aumentar esses efeitos. Além disso, você pode ser mais propenso a esses efeitos caso use aspirina em seu rosto com frequência.

Comece com uma aplicação diária, aumentando para duas vezes ao dia. Isso permitirá que o tempo da sua pele se acostume com a aspirina sem ressecar a pele. Caso tenha pele sensível, você pode tentar usar aspirina a cada dois dias para começar. Qualquer tratamento de acne que aplique em seu rosto pode aumentar a sensibilidade da sua pele aos raios ultravioleta (UV) do sol. Isso inclui aspirina.

Use um protetor solar com fator elevado que proteja contra os raios UVA e UVB todos os dias. Caso passe o protetor, diminuirá o risco de queimaduras solares, bem como efeitos a longo prazo da exposição ao sol, como envelhecimento prematuro e câncer de pele.

Como precaução, evite usar qualquer forma de aspirina durante a gravidez e amamentação, a menos que seu médico lhe recomende certos problemas médicas. Isso pode aumentar o risco de sangramento no seu filho.

Não use aspirina caso seja alérgico a anti-inflamatórios não-esteróides, como o ibuprofeno.
É importante conversar com seu médico ou dermatologista antes de aplicar aspirina em sua acne (especialmente se estiver usando outros tipos tratamentos tópicos ou se tiver algum problema de saúde).

Considerações Finais: 

Embora a aspirina possa não funcionar para todos, existe a possibilidade de ajudar no alivio da acne quando usada apenas como tratamento tópico. Para lesões graves de acne inflamatória, você precisará ser mais paciente com o tratamento em casa.

Pode levar de um a dois meses até que a acne teimosa possa desaparecer.
Independentemente da forma escolhida de tratamento de acne, é importante continuar e dar tempo para agir.

Resista ao desejo de estourar suas espinhas. Isso só vai piorar a acne e aumentar o potencial de cicatrizes. Consulte seu dermatologista caso tenha alguma preocupação ou se não estiver vendo os resultados desejados após usar a aspirina em sua acne.

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

AUTOR: Alan Costa

Sou nutricionista e Personal Trainer. Me formei pela Universidade Federal do Tocantins em 2002, com registro profissional no CRN-4 nº 1509723, tenho especialização em Nutrição Esportiva, Treinamento Físico e treinos Curto de alta intensidade.

DEIXE O SEU COMENTÁRIOS:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários