Truques de Beleza

Máscara caseira de morango para remover olheiras!

como remover olheiras usando apenas morango

Máscara caseira de morango para remover olheiras de forma simples e natural pois este fruto é ótimo para remover olheiras porque possui propriedades anti-inflamatórias, por isso é capaz de reduzir o inchaço dos olhos e encher os olhos de luz, graças às altas doses de vitamina C.

mascara caseira de morango para remover olheiras
mascara caseira de morango para remover olheiras

Também é um produto que você pode comprar em qualquer supermercado por muito pouco dinheiro e que lhe dará a oportunidade de mostrar belos olhos após um dia difícil.

Mascara caseira de morango para remover olheiras:

Ingredientes:

  • 2 morangos grandes;
  • Um disco de algodão.

Modo de preparo:

  1. Em primeiro lugar, limpe os morangos para eliminar germes e bactérias.
  2. Você pode executar esta ação usando ingredientes naturais e embebendo a fruta em água com bicarbonato de sódio por cerca de 30 minutos.
  3. Quando os morangos estiverem limpos, retire a cauda verde e corte-os em vários pedaços .
  4. Coloque os pedaços de morango em um prato e amasse-os com a ajuda de um garfo para transformá-los em uma espécie de purê .
  5. Se preferir, você pode usar o liquidificador.
  6. Em seguida, espalhe o purê de morango sobre as olheiras, mergulhando o produto em um disco de algodão e colocando-o sobre os olhos após remover os restos de maquiagem .
  7. Deixe agir por cerca de 20 ou 30 minutos .
  8. Após esse período, remova o composto enxaguando-o com bastante água fria .

Além disso, não esqueça que você pode usar esse truque de beleza caseiro quando se perguntar como remover olheiras de uma maneira simples e natural.

Drª. Wanessa Matos Dermatologista formou-se em Medicina na Unicamp e na mesma instituição realizou sua residência em Dermatologia, obtendo o título de especialista. Atua nas áreas de dermatologia clínica, cirúrgica e estética. Além disso, é sócio titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, com registro no Conselho Regional de Medicina e Associação Médica Brasileira.

Deixe um comentário