Celulite: O Que é, Causas e Como Elimina-lá!

Revisado por

Nutrição e Educação Física pela UFT

Especialista do Dicas de Beleza

Celulite: O Que é, Causas e Como Elimina-lá!
5 (100%) 1 vote

Celulite: O Que é, Causas e Como Elimina-lá para ter uma saúde estética mais saudável. Além disso, a Celulite é um problema particularmente feminina, embora também possa ocorrer em homens. Está localizado no nível da camada profunda da pele, que ocorre como resultado de um desequilíbrio entre o acúmulo (lipogênese) e a eliminação (lipólise) da gordura.

A causa da Celulite não pode ser atribuída a um único fator, mas eles influenciam: Fatores genéticos: A história da família pode indicar a probabilidade de desenvolvê-lo.

  • Fatores enzimáticos: Alteração no sistema enzimático das gorduras;
  • Fatores endócrinos: Dada a importância dos hormônios na vida de uma mulher, bem como o maior corpo de gordura para a função reprodutiva, a progesterona e o estrogênio causam alterações hormonais muito significativas. Em homens com tendência a acumular gordura (endomorfos), eles aumentam os níveis de aromatase, uma enzima que converte a testosterona em estrogênio, o mais importante hormônio sexual feminino. Estrogênio extra diminui a produção de testosterona. E, quanto menos produzir, mais gordura corporal terá, sem mencionar o aumento na quantidade de estrogênio. É um círculo vicioso que pode causar Celulite nos homens;
  • Fatores vasculares: Alterações no sistema circulatório, como a arteriosclerose, predispõem à Celulite, que está intimamente relacionada à microcirculação;
  • Fatores psicossomáticos: Estresse, nervosismo ou tensão excessiva estão relacionados aos outros fatores mencionados;
  • Fatores alimentares: Mais do que a quantidade de alimentos, a qualidade é importante. Uma dieta deficiente de alimentos saudáveis, naturais e equilibrados, em favor de alimentos processados, álcool e gorduras trans, aumenta a formação de Celulite.

Por Que nas Mulheres?

A Celulite é afetada pela gordura e pela disposição das fibras de colágeno. Esses dois fatores são diferentes em homens e mulheres e até mesmo em partes diferentes do mesmo corpo feminino. As mulheres tendem a possuir uma distribuição vertical das fibras de colágeno, especialmente na parte inferior do corpo. Essas fibras formam um tipo de bolsa na qual os lipócitos crescem. Os homens, por outro lado, têm esse arranjo em forma de cruz ou rede, o que mascara mais o aspecto visual.

À medida que as células de gordura crescem em tamanho, elas se contraem às fibras de colágeno, criando o enrugamento característico e a ondulação da Celulite. É como se tivéssemos tensionado duas cordas paralelas muito próximas e tentássemos colocar bolinhas entre elas.

Por Que nos Quadris e Membros Inferiores?

As mulheres têm 9 vezes mais receptores α-adrenérgicos do que os receptores β-adrenérgicos na parte inferior do corpo. Esses receptores são responsáveis por:

  • Α-Receptores: Vasoconstrição, diminuição da motilidade do músculo liso e ativação da lipogênese.
  • Rec-Receptores: Diretamente relacionados aos “hormônios que queimam gordura”, as catecolaminas (adrenalina e noradrenalina).

Na parte superior do corpo, essa relação (α-adrenérgicos: β-adrenérgicos) é menor, portanto, quando as mulheres perdem peso, elas geralmente perdem peso mais rápido na parte superior do corpo do que na parte inferior.

Como Eliminar a Celulite?

Agora a questão é como se livrar da Celulite, ou como reduzi-la. É claro que você pode queimar a parte gorda, mas isso é somente parte do problema, porque o colágeno é muito mais complicada. Há mais ou menos uma associação direta do músculo com o revestimento da fáscia (bainha do tecido conjuntivo que reveste o músculo) e colágeno na pele.

Isso significa que os músculos bem desenvolvidos têm a capacidade de eliminar a tensão e o tônus do tecido conjuntivo na pele. Este é um dos motivos pelas quais o levantamento de peso “aperta o corpo”, mesmo quando o peso não é perdido.

Etapa I: Queimar Gordura:

A primeira coisa que pode ser feita para eliminar a Celulite é queimar gordura. Para fazer isso, o bloqueio dos receptores α-adrenérgicos na parte inferior do corpo pode ser muito útil. Uma dieta pobre em carboidratos (≤100 g / dia), juntamente com a suplementação inteligente, é uma maneira de conseguir isso. O motivo para esse tipo de dieta é que os carboidratos estimulam a insulina, o que promove a atividade dos receptores alfa-adrenérgicos e a lipogênese.

Etapa II: Remodelando as Fibras de Colágeno:

Esta é a parte mais difícil e os melhores resultados virão com a combinação de técnicas de queima de gordura sobre tratamentos de Celulite através da estimulação de tecidos profundos, como calor, vibração e terapias de luz. Estes tratamentos para a Celulite tentam fortalecer e reorganizar o colágeno, no entanto, não há evidências clínicas suficientes ou pesquisas científicas que indicam seu funcionamento. Por outro lado, pode haver alguma melhoria no consumo de produtos que contenham colágeno.

Etapa III: Aumenta o Fluxo de Sangue e Fluido:

As massagens drenantes da linfa e do líquido podem diminuir a aparência das covinhas, no entanto, é um efeito de curta duração. Por outro lado, as principais formas de aumentar o fluxo sanguíneo para uma área são movimentar e aquecer essa área. O exercício faz as duas coisas, e a mesma coisa acontece com a massagem. O aumento do fluxo sanguíneo para uma área significa maior capacidade de mobilizar gordura e aumentar a baixa oxigenação das fibras de colágeno. Banhos quentes, sauna, banhos de contraste, etc… podem ser surpreendentemente eficazes, pelo menos na fase aguda da Celulite.

Passo IV: Construa o Músculo:

Como já indicamos anteriormente, o passo mais importante é a construção muscular. O treinamento com pesos é a única forma de exercício capaz de fortalecer o músculo e endurecer os tecidos conjuntivos. Um programa de treinamento de parte inferior do corpo que foca no crescimento muscular é essencial. Para conseguir os melhores resultados, os músculos dos quadris devem ser desenvolvidos e ativados.

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

AUTOR: Alan Costa

Sou nutricionista e Personal Trainer. Me formei pela Universidade Federal do Tocantins em 2002, com registro profissional no CRN-4 nº 1509723, tenho especialização em Nutrição Esportiva, Treinamento Físico e treinos Curto de alta intensidade.

DEIXE O SEU COMENTÁRIOS:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários