Rosácea: O que é, Causas, Tipos, Sintomas e Tratamento

Revisado por

Gostou do post? Avalie!

Rosácea: O que é, Causas, Tipos, Sintomas e Tratamento. Além disso, rosácea é uma condição de pele comum que afeta predominante a pele clara. Considerando que a rosácea é caracterizada por vermelhidão persistente causada por vaso sanguíneos dilatados.

Pode haver inflamação desconfortável da superfície dos olhos e pálpebras. A erupção cutânea e o rubor associado à rosácea podem levar a constrangimentos, baixa auto-estima e ansiedade. Além disso, a pele do rosto é frequentemente sensível, e a área afetada pode ficar muito quente ou ardendo.

Rosacea causas e tratamento
Rosácea causas e tratamento

O que é Rosácea?

A Rosácea é uma doença de pele crônica, a causa da rosácea ainda é desconhecida. No entanto, uma pesquisa permitiu aos médicos encontrar maneiras de tratar a doença, minimizando seus sintomas.

Existem quatro subtipos de rosácea, cada subtipo tem seu próprio conjunto de sintomas, sendo possível ter mais de um subtipo por vez.

O sintoma característico da rosácea são pequenos inchaços vermelhos e cheios de pus na pele que estão presentes durante os surtos. Normalmente, a rosácea afeta apenas a pele do nariz, bochechas e testa.

Os surtos geralmente ocorrem em ciclos. Isso significa que apresentará sintomas por semanas ou meses a cada vez, os sintomas desaparecerão e, em seguida, retornarão.

O que Causa a Rosácea?

A Causa da rosácea não foi especificada, podendo ser uma combinação de fatores hereditários e ambientais. É mais provável que você desenvolva uma rosácea se tiver uma história familiar da doença ou se tiver antepassados celtas ou escandinavos.

As mulheres também são mais propensas a desenvolver a doença do que os homens, além disso, rosácea geralmente se desenvolve em pessoas com idade entre 30 e 50 anos. Sendo mais comum em pessoas de pele clara.

Tipos de Rosácea:

Os quatro tipos de rosácea são:

  • O subtipo um, conhecido como rosácea eritematotelangiectásica, está associado a vermelhidão facial, rubor e vasos sanguíneos visíveis.
  • Subtipo dois, rosácea papulopustuloso ou acne, está associada a surtos de acne, e muitas vezes afeta mulheres de meia-idade.
  • O subtipo três, conhecido como rinofima, é uma forma rara associada ao espessamento da pele do nariz. Geralmente afeta homens e é frequentemente acompanhado por outro subtipo de rosácea.
  • O subtipo quatro é conhecido como rosácea ocular e seus sintomas estão centrados na área dos olhos.

Sintomas de Rosácea:

Os Sintomas da rosácea são diferentes entre cada subtipo.

Sinais de rosácea:

  • Rubor e vermelhidão no centro do seu rosto;
  • Vasos sanguíneos quebrados visíveis;
  • Pele inchada;
  • Pele sensível;
  • Pele ardente;
  • Pele seca, áspera e escamosa;
  • Surtos de acne e pele muito vermelha;
  • Pele oleosa;
  • Manchas na pele;
  • Textura irregular da pele;
  • Pele grossa no nariz;
  • Pele grossa no queixo, testa, bochechas e orelhas;
  • Poros grandes.
Rosácea ocular causas e tratamento
Rosácea ocular causas e tratamento

Sinais de Rosácea Ocular:

  • Olhos vermelhos e lacrimejantes;
  • Olhos que parecem arenosos;
  • Sensação de ardor ou ardência nos olhos;
  • Olhos secos e com coceira;
  • Olhos que são sensíveis à luz;
  • Cistos nos olhos;
  • Visão diminuída;
  • Vasos sanguíneos rompidos nas pálpebras.

Como Tratar Rosácea?

Rosácea não pode ser curada, mas pode ser tomada medidas para controlar seus sintomas, através de cuidados da pele usando limpadores suaves e produtos de cuidados para a pele à base de óleo, e à base de água.

Evite produtos que contenham:

  • Álcool;
  • Mentol;
  • Hamamélis;
  • Agentes esfoliantes.

Esses ingredientes podem irritar seus sintomas, além disso, o aconselhamento médico irá trabalhar um plano de tratamento, que geralmente consiste em um regime de cremes antibióticos e orais.

Algumas hábitos e alimentos também contribuem para agravar a Rosácea, é importante evitar:

  • Luz solar direta e usar protetor solar;
  • Comer alimentos picantes;
  • Beber bebidas alcoólicas;
  • Possuir bactérias intestinais;
  • Ácaro da pele chamado demodex e a bactéria que ele carrega, Bacillus oleronius;
  • Presença de catelicidina (uma proteína que protege a pele da infecção).

Mantenha um diário dos alimentos consumidos e os cosméticos que aplica em sua pele, pois ajudará na descoberta do que piora seus sintomas.

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

DEIXE O SEU COMENTÁRIOS:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários