Os 7 Benefícios do Pinhão Para Saúde!

Revisado por

Nutrição e Educação Física pela UFT

Especialista do Dicas de Beleza

Gostou do post? Avalie!

Benefícios do Pinhão Para Saúde que muitos desconhecem. Além disso, esta pequena noz de árvore é um tratamento saboroso, cheio de nutrientes que tem alguns benefícios maravilhosos para saúde, como a prevenção de certos tipos de câncer e até mesmo a estabilização de transtornos do humor.

Sabemos que você já está interessado – mas de onde vêm os pinhões? Enquanto podem estar presentes em quase todos os continentes, somente 18 espécies de pinheiro da América do Norte, Ásia e Europa produzem pinhões grandes para consumo do ser humano.

E esta não é uma descoberta nova. O Pinhão é cultivado há mais de 10.000 anos e foram mencionados na história da Grécia antiga e comidos pelos soldados romanos como “comida de campanha” quando invadiram a Grã-Bretanha, há milhares de anos atrás. Provavelmente o benefício mais bem documentado do Pinhão seja sua capacidade de prevenir e tratar a obesidade.

PinhaoA História dos Pinhões:

O Pinhão tem sido um alimento extremamente importante há séculos. Os nativos dos EUA que vivem na Grande Bacia colheram nozes do pinheiro pinyon por mais de 8.000 anos, de acordo com alguma documentação histórica. O tempo de colheita do Pinhão indicava o fim da época de colheita para esses nativos americanos, que normalmente consideravam essa a sua última grande tarefa de colheita em grupo antes de se aposentar no inverno.

Na Ásia e na Europa, os pinhões eram populares desde o Paleolítico. Os médicos do Egito prescreviam os pinhões para várias doenças, especificamente tosse e problemas no peito. Um filósofo e estudioso da Pérsia até recomendou comê-los para tratar problemas na satisfação sexual e bexiga.

Valor Nutricional do Pinhão:

O Pinhão é uma noz comestível que vem de pinheiros (família Pinaceae, gênero Pinus). O processo que extrai da versão final é um pouco complicado, começando com a maturação da pinha de onde ele é tirado. Dependendo da espécie, esse processo pode demorar quase dois anos para ser concluído. Uma vez que a semente tenha amadurecido, ele é colhido colocando-a em um saco de estopa e é exposta a uma fonte de calor (geralmente o sol) para secar.

A secagem normalmente termina após cerca de 20 dias, e depois o Pinhão é quebrado e as nozes separadas para serem preparadas para consumo.

Como uma noz de árvore, os pinhões não são uma leguminosa, como o amendoim, mas sim uma fruta endurecida, como a amêndoa. Isso significa que, depois de retirar as porcas dos pinheiros, a casca externa também deve ser retirada para que estejam prontas para o consumo.

Os nutrientes do Pinhão não é brincadeira – eles são pequenos e embalados com muitos minerais essenciais e vitaminas essenciais para o corpo humano. E não fique muito preocupado com o teor de gordura – da mesma forma que as amêndoas, a gordura saudável presente nos pinhões ajuda a melhorar a saciedade e os pinhões estão associados à perda de peso e ao controle saudável do peso.

Uma porção de pinhões (cerca de 28,4 gramas) contém:

  • 1,2 miligramas de niacina (6,2 por cento DV);
  • 2,7 miligramas de vitamina E (8,8 por cento DV);
  • 163 miligramas de fósforo (16 por cento DV);
  • 1,8 miligramas de zinco (12 por cento DV);
  • 1,6 miligramas de ferro (8 por cento DV);
  • 71 miligramas de magnésio (18 por cento DV);
  • 0,1 miligramas de tiamina (7 por cento DV);
  • 0,06 miligramas de riboflavina / vitamina B12 (3,5 por cento DV);
  • 15,3 microgramas de vitamina K (19 por cento DV);
  • 191 calorias;
  • 19 gramas de gordura;
  • 169 miligramas de potássio (4 por cento DV);
  • 3,7 gramas de carboidrato;
  • 1 grama de fibra (1 por cento DV);
  • 3,9 gramas de proteína (7 por cento DV).

Benefícios do Pinhão Para Saúde:

Reduz o Colesterol Ruim:

Um estudo relatou consistentemente uma redução nos níveis de colesterol ruim quando o Pinhão foi introduzido na dieta. Por que isso é tão importante? Por um lado, um nível de colesterol baixo coloca seu corpo em risco de acidente vascular cerebral ou ataque cardíaco, uma vez que cria placas nas artérias, bloqueando o fluxo sanguíneo.

Ao contrário do que você já possa ter ouvido, isso pode ser tratado rapidamente por mudanças na dieta, ao invés de usar medicação perigosa.

Ajuda a Manter o Peso Saudável:

A combinação de nutrientes presentes no Pinhão também tem resultados satisfatórios no combate à obesidade e no auxílio de um peso e metabolismo saudáveis. Os exploradores descobriram que as pessoas que consomem pinhões regularmente têm menor peso, menor circunferência de peso e até mesmo um menor nível de resistência à insulina.

Esse tipo de nozes não somente ajudam na perda de peso, mas seu consumo também está fortemente associado a uma dieta significativamente mais saudável. Os indivíduos que consomem pinhões estatisticamente ingerem mais fibras, vitamina E, magnésio, potássio, cálcio, enquanto consome menos sódio.

Reduz a Pressão Arterial:

Outro benefício do Pinhão relacionado ao coração são seus níveis significativos de magnésio. O alto consumo de magnésio está associado a níveis baixos de pressão arterial e um menor risco de acidente vascular cerebral. Como a pressão alta provoca uma longa lista de problemas graves de saúde, incluindo aneurisma, insuficiência cardíaca, perda de visão e redução da função renal, é essencial manter uma dieta carregada de nutrientes que ajudem no mantimento da pressão arterial saudável.

Caso você tenha o risco de ter pressão alta, comece acrescentando pinhões e outros alimentos saudáveis para o coração em sua dieta e evite xarope de milho rico em frutose.

Apoia a Saúde Óssea:

Embora seja essencial construir ossos saudáveis com boas fontes de cálcio em sua alimentação, muitos indivíduos não entendem adequadamente a saúde dos ossos. Por um lado, o método tradicional que eles usam para consumir cálcio é beber leite pasteurizado – e essa é uma das piores maneiras de manter seus ossos saudáveis.

O motivo para isso é que o leite, que começa cru como um alimento alcalino, se torna ácido depois de passar pela pasteurização.

Bem, você pode encontrar cálcio em muitas outras fontes além do leite pasteurizado, mas caso esteja perdendo a vitamina K que seu organismo necessita, você ainda pode estar em risco de fraqueza óssea e doenças como a osteoporose.

Mulheres e Homens com os níveis mais altos de vitamina K2 eram 65% menos propensos a sofrerem fraturas ósseas e de quadril em comparação com aquelas pessoas com baixos níveis de vitamina K2.

Curiosamente, os pinhões são protetores quando se trata de saúde óssea – sua quantidade de vitamina K não somente ajuda na construção de ossos saudáveis, mas uma das causas mais comuns de deficiência de vitamina K são os medicamentos redutores de colesterol. E isso não é algo encontrado na maioria das nozes – na verdade, os pinhões e os castanha de caju são as únicas duas nozes com qualquer nível significativo de vitamina K.

Diminui o Risco de Certos Tipos de Câncer:

Outra parte incrível dos nutrientes do Pinhão é o seu teor significativo de magnésio. Uma pouca porção de pinhões é responsável por 18% da quantidade recomendada de magnésio.

Refeições ricas em magnésio estão associadas a menores riscos de múltiplos tipos de câncer. Além disso, um relato acompanhou mais de 67.000 mulheres e homens para observar a incidência de câncer pancreático, uma vez que estava associada ao consumo de magnésio.

Eles mostraram que cada diminuição de 100 miligramas de magnésio por dia representava um risco 24% maior de desenvolver câncer de pâncreas. Essas alterações não podem ser determinadas por nenhum outro fator, como diferenças de idade, índice de massa corporal ou sexo.

Outro relato rastreou a incidência de cânceres colorretais pelo consumo de magnésio em mulheres na pós-menopausa. Eles mostraram uma correlação positiva entre o aumento de magnésio e os casos mais baixos de câncer colorretal. Este estudo recomendou o consumo de 400 miligramas de magnésio por dia para resultados mais fortes de prevenção do câncer.

Melhora Saúde dos Olhos:

O que pinhões e couve têm em comum? Por um lado, ambos possuem muita luteína, um antioxidante carotenoide que é popular como “a vitamina do olho”. A luteína é um dos nutrientes que a maioria dos indivíduos que seguem a dieta americana padrão (SAD) consistentemente não consomem em quantidades adequadas. Como seu corpo não consegue criar luteína sozinho, você só pode consumi-lo por meio do alimento.

Embora existam mais de 600 carotenoides que o seu corpo pode utilizar, somente cerca de 20 deles podem ser transportados para os seus olhos. Desses 20, apenas dois zeaxantina e (luteína) são depositados em grandes quantidades na mácula de seus olhos. É evidente que esses antioxidantes são fundamentais para a manutenção de olhos saudáveis.

Estabilize o Humor:

Já mencionamos aqui como os altos níveis de consumo de magnésio são essenciais para o lado mais velho da população, pois ajudam na prevenção de múltiplos cânceres relacionados à idade. Mas você sabia que o magnésio pode ser tão importante para os jovens e adolescentes para adultos de meia idade também?

Em um estudo feito a partir de 2015, os pesquisadores publicaram os resultados de seu estudo sobre o consumo de magnésio em adolescentes com transtornos de ansiedade, TDAH e depressão. O estudo mostrou que uma quantidade de magnésio mais alta estava associado a menos “comportamentos externalizantes”, como explosões de raiva e outros comportamentos externos associados a esses transtornos de humor.

Não são apenas os adolescentes que percebem a diferença. Outro estudo acompanhou quase 9.000 mulheres e homens adultos para descobrir a ligação entre depressão e magnésio. Não é surpresa, considerando que a medicação prescrita para a depressão ajuda somente metade dos indivíduos que a tomam. Por outro lado, este estudo mostrou uma forte correlação entre a baixa ingestão de magnésio e o aparecimento de depressão em pessoas com menos de 65 anos de idade.

Como Encontrar e Usar o Pinhão:

Como dito anteriormente, o Pinhão comestível pode ser encontrados em cerca de 20 espécies de pinheiros em todo o Hemisfério Norte. A maneira mais fácil de introduzi-los em sua alimentação no século 21 é comprá-los pré-descascados.

Devido ao seu alto teor de gordura, não é uma boa ideia manter o Pinhão em uma área de armazenamento à temperatura ambiente. Eles devem ser refrigerados depois de comprados e, uma vez abertos, devem ser mantidos em um recipiente hermético e congelados ou refrigerados.

Quando mantido em temperatura ambiente, pode-se esperar que um saco aberto de Pinhão dure até uma semana antes de ficar rançoso. Porém, ele pode durar 1 a 2 meses em sua geladeira, especialmente em um recipiente hermético.

Um dos usos mais populares dos pinhões é o pesto. Em receitas de pesto, os pinhões são muitas vezes referidos como pignoli ou pinoli que vem do italiano. Eles também são utilizados para saladas e outros pratos frios, mas também podem ser cozidos. Eles possuem uma textura similar à manteiga, pois são ricos em óleo e tem uma textura suave.

Você pode torrar o Pinhão levemente para realçar seu sabor com mais ousadia. Devido ao seu sabor suave, eles são deliciosos em itens doces e salgados. Não é incomum encontrar pinhões como ingrediente em biscoitos, biscoitos e certos tipos de bolo.

Reações Alérgicas Potenciais:

Como todas as nozes, os pinhões são populares por causar reações alérgicas. Muitas dessas reações são anafiláticas, o que significa que, caso seja alérgico a outras nozes, deve evitar o Pinhão.

Outra reação alérgica menos normal do Pinhão é popular como síndrome da boca de pinheiro. Não é perigoso, mas é marcado por um “distúrbio de sabor” amargo ou metálico depois do consumo de pinhões. Não há tratamento conhecido além de interromper o consumo de pinhões até que os sintomas diminuam.

Considerações Finais Sobre os Nutrientes de Pinhão:

Embora o Pinhão seja um pouco caro, eles são uma adição valiosa à sua dieta. Os nutrientes do Pinhão possuem uma lista valiosa de poderosos minerais e vitaminas, e outros nutrientes vitais para uma boa saúde. Caso queira manter um peso saudável, regular a pressão arterial ou diminuir o colesterol, os pinhões são uma adição deliciosa em muitos pratos que você ama!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

AUTOR: Alan Costa

Sou nutricionista e Personal Trainer. Me formei pela Universidade Federal do Tocantins em 2002, com registro profissional no CRN-4 nº 1509723, tenho especialização em Nutrição Esportiva, Treinamento Físico e treinos Curto de alta intensidade.

DEIXE O SEU COMENTÁRIOS:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários