Cabelos

6 óleos naturais para cabelos crespos!

oleos naturais para cabelos crespos

Os óleos naturais para cabelos crespos que toda crespa deve conhecer, pois, quando se trata de desses cabelos, os óleos são a chave principal. Na verdade, quase todas as queixas que você tem sobre seus cachos podem ser resolvidas com o óleo certo: do frizz à falta de brilho, cabelos quebradiços e até pontas duplas.

oleos naturais para cabelos crespos
óleos naturais para cabelos crespos

Cabelos crespos tendem a manter menos hidratação do que cabelos lisos. Essa falta de hidratação também faz com que os cabelos crespos ou cacheados pareçam frágeis, o que leva a mais pontas duplas.

Além disso, tudo decorre do seu padrão de ondulação, não de uma inclinação natural que você tem para cabelos mais secos. Os óleos produzidos em seu couro cabeludo (também conhecido como sebo) são os que hidratam os cabelos, acrescentando brilho, diminuindo o frizz e dando-lhe força.

Em geral, porém, a maioria das pessoas com cabelos crespos usam vários tipos de óleos para aperfeiçoar seu estilo e atender às suas necessidades individuais. Além disso, a frente, identificamos alguns dos óleos naturais mais comuns, além de dicas sobre como usá-los. A seguir, veja os óleos naturais para cabelos crespos.

Óleos naturais para cabelos crespos:

1. Azeite de oliva:

Você provavelmente está mais acostumado a usar azeite de oliva na cozinha, mas esse óleo hidratante também é um ótimo auxílio à beleza. Além disso, o deslizamento adicional que funciona tão bem na culinária também ajuda a desembaraçar, hidratar e adicionar brilho aos cabelos.

2. Óleo de jojoba:

O óleo de jojoba é um dos óleos naturais para cabelos crespos, pois esse óleo serve para selar a umidade do cabelo, para adicionar brilho e para reduzir o frizz. Além disso, o óleo de jojoba não obstrui os poros do couro cabeludo porque é semelhante ao sebo, o óleo natural do couro cabeludo.

Para cabelos crespos, o óleo de jojoba é sua melhor opção. Além disso, se você tem cabelos finos que são facilmente pesados, tente ficar longe de óleos mais pesados, como o óleo de coco e azeite de oliva, quando estiver modelando seu cabelo.

3. Óleo de coco:

Enquanto o óleo de jojoba recebe elogios de vários blogueiros de cabelo encaracolados naturais, o óleo de coco vem como uma opção por sua capacidade de reduzir a caspa e ajudar a curar o couro cabeludo seco. Por isso, é um dos óleos naturais para cabelos crespos.

O óleo de coco é um pouco mais difícil de trabalhar porque é geralmente um sólido à temperatura ambiente, essa é uma desvantagem do óleo de coco. Além disso, você tem que ter um pouco mais de cuidado com ele do que você teria ao usar um óleo mais leve, como jojoba ou óleo de rosa mosqueta.

O óleo de coco é ótimo, mas durante os meses mais frios, ele se solidifica no cabelo e deixa o cabelo branco, então, use só um pouquinho.

Se o seu couro cabeludo estiver seco ou escamoso, aplique o óleo de coco no couro cabeludo por cerca de 30 minutos, antes de tomar um banho ou na noite anterior. Além disso, você também pode fazer um tratamento profundo no seu cabelo com esse óleo.

Você pode hidratar o cabelo regularmente com esse óleo, basta misturar seus óleos favoritos junto com um pouco de mel, depois aplicar o tratamento no cabelo molhado. Por isso, é um dos óleos naturais para cabelos crespos.

4. Óleo de moringa:

Tentando fazer seus cachos ficarem ainda mais longos? Moringa contém vitaminas do complexo B, conhecidas por sua capacidade de auxiliar no crescimento do cabelo. Além disso, é um ingrediente chave nessa fórmula de absorção rápida, mas não é a única razão pela qual amamos essa escolha em particular:

Fiel ao seu nome, o óleo desaparece instantaneamente à medida que é trabalhado no cabelo, para que você nunca tenha aquele visual molhado muito brilhante, sinal revelador de exagerar. Além disso, não se engane, pode parecer leve no cabelo, e não pesará nem mesmo os fios finos, mas quando se trata de hidratação, é um peso pesado.

5. Óleo de argan:

O óleo de argan lhe dá resultados dignos de um salão de beleza. Funciona melhor como um tratamento para adicionar umidade e brilho (e para ajudar a prevenir o frizz). Além disso, ele também pode ser usado depois de um penteado: Simplesmente esfregue algumas gotas na palma da mão e penteie o cabelo com os dedos para obter um acabamento saudável e brilhante.

6. Óleo de mamona:

Se o crescimento do cabelo é o seu objetivo, adicione óleo de mamona à sua rotina. Foi demonstrado que melhora a circulação, o que ajuda no crescimento do cabelo. Por isso, é um dos óleos naturais para cabelos crespos.

O óleo tem uma consistência espessa e é perfeito se o seu couro cabeludo (ou qualquer parte do seu corpo) estiver seco. Não admira que tenha sido usado durante séculos na Jamaica como um ingrediente de beleza para todos os fins nos cabelos crespos e na pele.

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

Deixe um comentário