Cabelos

Óleo de rícino para cabelo – como usar, benefícios e contraindicações!

Por Alan Costa, em 06/04/2019 (atualizado em 02/08/2021)
óleo de rícino benefícios

O óleo de rícino contém componentes benéficos, incluindo muitos ácidos graxos, linoleico, ricina, oleico, esteárico, palmítico e oleico. Além disso, este óleo é um líquido viscoso, turvo e amarelado que tem um odor específico, motivo pelo qual assusta a maioria das mulheres.

O uso de óleo de rícino é eficaz para cabelos luxuosos e grossos. Esta ferramenta é considerada um médico folclórico e um produto cosmético profissional, pois seu uso pode deixar seus cabelos maravilhosos.O tratamento de cabelo com este óleo era muito popular mesmo no antigo Egito.

óleo de rícino

Como usar o óleo de rícino no cabelo? 

O óleo de rícino nutre o couro cabeludo por dentro, o que é bom para cabelos grisalhos. Contudo, ele também tem um efeito positivo sobre a pele problemática e sobreaquecida, além disso, torna o couro cabeludo mais suave, devido a isso, a pele é restaurada.

Além disso, ele tem substâncias medicinais que restauram o couro cabeludo, deixando o cabelo com um brilho maravilhoso. Somado a isto, o seu uso ajuda a despertar bulbos de cabelo dormentes.

Sua composição contém vários tipos de ácidos graxos, entre os quais o ácido ricinoleico, com um percentual de 87% desse óleo.

A combinação de ácidos adicionais que compõem o produto satura os folículos pilosos e ajuda a fortalecer o crescimento do cabelo, tornando os cachos saudáveis, grossos e exuberantes.

Benefícios do óleo de rícino para o cabelo:

1. Acelera o crescimento do cabelo:

O óleo de rícino realmente ajuda a acelerar o crescimento do cabelo, assim como os cílios e as sobrancelhas. Existem duas teorias sobre o porquê isso acontece: a primeira diz respeito ao ácido ricinoleico no óleo, que inibe os hormônios associados à perda de cabelo e calvície.

2. Fortalece o cabelo:  

Os componentes ativos do óleo penetram profundamente na parte interna do folículo, ajudam na formação de queratina, que cola e acelera o crescimento das escamas, além de fortalecer a estrutura do cabelo.

3. Cabelo com brilho:

O óleo de rícino é uma verdadeira panaceia (propriedades que podem curar todos os males) para cabelos secos. Além disso, contém uma porcentagem bastante grande de ricinoleico e ácido linoleico.

Esses ácidos graxos criam uma película protetora especial no folículo que impede a fragilidade e a desaminação. Alguns componentes ativos colam as pequenas escamas de cabelo juntas. Isso dá ao cabelo irresistível brilho e sedosidade.

benefícios do óleo de rícino

4. Fortalecimento dos cachos:

Para obter os melhores resultados no fortalecimento dos cachos, qualquer mistura à base de óleo de rícino deve ser aquecida em banho-maria.

As substâncias benéficas encontradas no óleo tornam-se mais ativas, portanto, penetram mais profundamente nos folículos.

A alta temperatura ajuda as moléculas a se moverem mais rapidamente, aumentando assim o metabolismo na epiderme.

5. Reduz a caspa:

O óleo de rícino em combinação com componentes adicionais ajuda a aliviar a inflamação e irritação da pele, além de auxiliar no tratamento da caspa. Além disso, ele tem ação antifúngica, antimicrobiana, emoliente e anti-séptica. A vitamina E, que está contida no óleo, ajuda a eliminar a coceira e regenera a pele.

7. Anti-queda:

O óleo de rícino, contra a perda de cabelo, é aplicado não diluído ou com a adição de vários componentes que têm um efeito semelhante.

Ele tem um efeito irritante no couro cabeludo, que causa fluxo sanguíneo para o mesmo. Além disso, devido a isso, as raízes são alimentadas com oxigênio, uma película protetora que é criada no couro cabelo, fornecendo os elementos necessários.

Efeitos colaterais do óleo de rícino:

Ao cuidar de cachos com máscaras feitas de forma independente, é importante pré-verificar se o produto provocará alguma reação alérgica.

Para fazer isso, você precisa de uma gota desse óleo ou da máscara preparada. Ao fazer o teste aplique na mão e esfregue um pouco, depois de alguns minutos lave, se a mão ficar vermelha, então é melhor abandonar o uso desse produto.

Sair da versão mobile