Os 10 Mitos Sobre Maquiagem que Não Devemos Acreditar!

Revisado por

Dermatologia graduada pela Unicamp

10 Mitos Sobre Maquiagem que Devemos Parar de Acreditar. Além disso, claro que você já ouviu tantos mitos sobre maquiagem. Por exemplo, isso pode causar o aparecimento de espinhas ou cravos, ou que não tem data de validade e você pode usá-lo por um tempo indeterminado.

Mitos Sobre Maquiagem que Devemos Parar de Acreditar

No entanto, saber a verdade por trás dessas crenças ajudará você a cuidar da sua pele e da sua saúde. É por isso que compartilhamos uma lista de fatos de beleza para facilitar sua rotina de maquiagem sem ter uma única gota de mitos em você. Agora, veja aqui no Dicas de Beleza 10 Mitos Sobre Maquiagem que Devemos Parar de Acreditar.

Mito 1: As Sombras Azuis Estão Desatualizadas:

Mitos Sobre Maquiagem que Devemos Parar de Acreditar

Realidade:

As últimas tendências de maquiagem dizem o contrário: azul e turquesa estão na moda.

Mito 2: A Delineação Escura Aumenta o Tamanho dos Seus Olhos:

Mitos Sobre Maquiagem que Devemos Parar de Acreditar

Realidade:

O contorno escuro torna seus olhos mais marcantes,  mas cria um efeito de olhos fundos e, como resultado, eles parecem menores.

Mito 3: A Cor das Sobrancelhas Deve ser 2 Tons Mais Escuros do que o Cabelo:

Mitos Sobre Maquiagem que Devemos Parar de Acreditar

Realidade:

Siga esta regra somente se você tiver cabelos claros. Garotas de cabelos escuros devem evitar ter sobrancelhas escuras, fazer o rosto parecer mais áspero.

Mito # 4: A Base Para Maquiagem Danifica a Pele:

Mitos Sobre Maquiagem que Devemos Parar de Acreditar

Realidade:

Produtos modernos para tonificar seu rosto, pois contêm muitos ingredientes saudáveis, protetores solares e componentes que protegem sua pele. O fundamental é escolher um produto que combine com seu tipo de pele.

Mito # 5: BB Cream Substitui a Base Para Maquiagem:

Mitos Sobre Maquiagem que Devemos Parar de Acreditar

 

Realidade:

Além de hidratar a pele, o BB Cream deixa seu tom mais homogêneo, mas não cria a mesma cobertura que uma base.

Mito 6: Você Pode Usar Rímel à Prova D’água Todos os Dias:

Mitos Sobre Maquiagem que Devemos Parar de Acreditar

Realidade:

Se não houver risco de chuva ou se você não precisar usar outro rímel à prova d’água, recomendamos um normal. No final do dia, você precisará de muito mais esforço e produtos para eliminar esse rímel, e se você esfregar demais, seus cílios podem enfraquecer, quebrar ou cair.

Mito 7: Cosméticos Não Ficam Danificados:

Mitos Sobre Maquiagem que Devemos Parar de Acreditar

Realidade:

Se você não cuidar de seus cosméticos corretamente, eles serão danificados. É aconselhável armazená-los em locais com temperaturas quentes e longe dos raios solares.

Mito # 8: Você Não Precisa Lavar Seus Pincéis de Maquiagem se Você Usá-los Constantemente:

Mitos Sobre Maquiagem que Devemos Parar de Acreditar
Mitos Sobre Maquiagem que Devemos Parar de Acreditar
Realidade:

Não importa se você os usa constantemente, seus pincéis entram em contato com um grande número de superfícies e coisas o tempo todo, gerando bactérias que derivam em doenças de pele ao longo do tempo.

Mito 9: Os Cosméticos não Expiram:

Mitos Sobre Maquiagem que Devemos Parar de Acreditar

Realidade:

Todos os cosméticos têm uma data de validade e os fabricantes sempre mencionam na embalagem com um sinal especial. A contagem começa quando você abre o produto.

Mito 10: Tudo Bem se Você Dorme com Maquiagem:

Mitos Sobre Maquiagem que Devemos Parar de Acreditar

Realidade:

Quando dormimos, a pele se renova e se torna mais fresca e hidratada. Se você deixar a maquiagem durante a noite, seus poros ficarão entupidos, causando desidratação e infecções.

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

AUTOR: Wanessa

Drª. Wanessa Matos
Dermatologista formou-se em Medicina na Unicamp e na mesma instituição realizou sua residência em Dermatologia, obtendo o título de especialista. Atua nas áreas de dermatologia clínica, cirúrgica e estética. Além disso, é sócio titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, com registro no Conselho Regional de Medicina e Associação Médica Brasileira.

DEIXE O SEU COMENTÁRIOS:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários