Plantas Medicinais

Erva doce – o que é, benefícios e efeitos colaterais!

erva doce

A erva doce é bem conhecida por ser usada como um suplemento alimentar aromático, mas,também é usada como medicamento contra doenças pulmonares.

erva doce
erva doce

O que é a erva doce?

Seu nome científico é Foeniculum vulgare, a planta mede até 2,5 m de altura e pode ser comprada em lojas de produtos naturais e manipulada por farmacêuticos. Além disso, suas flores e folhas secas são preparadas para infusão.

A erva doce é uma grama alta com caules ocos e flores amarelas. Além disso, originalmente nativa do Mediterrâneo, a planta cresce em todo o mundo e tem sido usada durante séculos como uma planta medicinal.

Sementes podem ser secas e usadas para fazer um chá forte com cheiro forte. O chá é um pouco como o alcaçuz, com um aroma relaxante e um sabor ligeiramente amargo.

Para que serve a erva doce:  

Os benefícios na culinária da erva doce são variados e todas as partes da planta podem ser consumidas. Além disso, sementes secas são usadas como tempero, as folhas vão decorar qualquer prato com seu visual original e aroma.

Além disso, a erva pode ser adicionada a saladas, nesse caso você pode decorar uma salada ou um segundo prato com raminhos colocando-os no topo.

A combinação com gengibre é muito interessante, você pode combiná-los ao assar carne e peixe, ou pode preparar o chá  adicionando uma pitada de gengibre. Além disso, esse chá é um excelente meio de prevenir e tratar resfriados.

Benefícios da erva doce para saúde:

1. Regula a pressão arterial:

Um estudo publicado descobriu que as sementes de erva doce ajudam a aumentar o conteúdo de nitrito na saliva, tornando-se um excelente regulador natural da pressão arterial. Além disso, as sementes de endro são ricas em potássio e, como o potássio é um importante componente das células e dos fluidos corporais, ajuda a controlar a frequência cardíaca e a pressão sanguínea.

2. Reduz sintomas da asma:

Sementes de endro e fitonutrientes ajudam a limpar os seios faciais. Além disso, o excelente chá dessas sementes ajuda com bronquite, congestão e tosse, pois tem propriedades expectorantes.

3. Elimina o excesso de fluidos:

O chá ajuda a eliminar o excesso de fluido, ou seja, funciona como diurético. Além disso, as sementes  ajudam a eliminar toxinas e reduzir o risco de problemas urinários. Essas sementes também têm propriedades diaforéticas que estimulam a transpiração.

4. Limpa o sangue: 

Óleos essenciais e fibras nestas sementes são considerados muito úteis para eliminar toxinas do corpo, ajudando assim a limpar o sangue.

5. Trata a acne:

Quando as sementes de erva doce são consumidas regularmente, elas fornecem ao organismo minerais valiosos, como zinco, cálcio e selênio. Além disso, estes minerais são muito úteis no equilíbrio dos hormônios e ajudam a aumentar o equilíbrio de oxigênio. Ao ingerir sementes de, elas podem causar um efeito de resfriamento na pele, dando-lhe um brilho saudável.

6. Protege contra o câncer:

Sementes de erva doce também têm uma poderosa propriedade antioxidante que ajuda a superar o estresse oxidativo e protege o organismo contra vários tipos de câncer, incluindo câncer de pele, estômago e mama.

7. Melhora a visão:

As sementes contêm Vitamina A, que é importante para a visão. Além disso, na Índia antiga, os extratos dessas sementes foram usados ​​para melhorar os sintomas do glaucoma.

Efeitos colaterais:

O consumo exagerado leva a distúrbios intestinais, sendo que é possível causar uma erupção alérgica. Além disso, também é importante como seu corpo tolera esta erva. Nas mulheres, os efeitos colaterais são possíveis na forma de unhas enfraquecidas e cabelos quebradiços.

Não é recomendado que Grávidas e lactantes consuma dessa planta ou dos produtos que são produzidos a partir dela, em grandes quantidades. Além disso, também se aplica a pessoas com epilepsia ou doenças cardiológicas de qualquer forma.

Deixe um comentário