Frutas

Engkala – o que é, benefícios e efeitos colaterais!

engkala

A engkala é uma planta da selva que é da mesma família do abacate é uma árvore perene que cresce até 26 metros de altura, e possui diversos benefícios. A árvore é conhecida na natureza principalmente por sua fruta comestível, que geralmente é bem apreciada, especialmente na Indonésia. Além disso, em alguns locais, é uma das árvores frutíferas mais cultivadas.

engkala
engkala

O que é o engkala?

Engkala, é um pequeno orbe rosa, que conseguiu chegar à península da Malásia e ao sul das Filipinas. É extremamente abundante e sem dúvida é produzida em grande quantidade na ilha  Bornéu. Além disso, é uma fruta cremosa de carne grossa, que alguns comparam com abacate.

A árvore de tamanho médio, de 20 a 30 metros de altura, cresce naturalmente como uma árvore de copa nas florestas de várzeas e dípteros. Além disso, a árvore produz frutos redondos, cor-de-rosa e muito vistosos, que se assemelham a cúpulas carnudas e verdes, contrastando com as grandes folhas verde-escuras.

O sabor do engkala é frequentemente comparado ao abacate, que é um parente distante, e até tem o apelido de “abacate de Bornéu”. No entanto, este fruto não seria um bom substituto em uma receita de guacamole. Seu sabor é muito mais suave e mais açucarado, como comer uma grande colherada de creme azedo ou leitelho.

Valor nutricional:

100 g de engkala fornece cerca de 104 calorias. Além disso, a mesma quantidade abrange 7 mg de cálcio, 0,5 mg de ferro, 17 mg de magnésio, 26 mg de fósforo, 355 mg de potássio, 10,2 ppm de zinco, 2,6 ppm e 5 ppm de cobre manganês, receptivamente.

Para que serve o engkala:

A fruta pode ser usada da mesma forma que o abacate. Além disso, já as sementes de Litsea Garciae, contêm gorduras que são usadas na produção de sabonetes e velas.

Benefícios do engkala para saúde:

1. Tem propriedades antioxidantes:

O zinco possui propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias que impedem o estresse oxidativo. Atua como um tratamento natural para o câncer. Além disso, o zinco é capaz de ajudar na divisão de células saudáveis, prevenindo a mutação das células cancerígenas e o crescimento do tumor. O estudo mostra que os suplementos de zinco reduzem os efeitos colaterais e doenças.

2. Trata eczema: 

Conhecida também como dermatite atópica, a pele crônica e distúrbio inflamatório, é uma condição causada pela deficiência de zinco. Além disso, o zinco, presente na fruta, é essencial para curar infecções, pois ajuda a curar restaurando sua capacidade. Além disso, o equilíbrio do zinco no sangue ajuda a eliminar a irritação.

3. Fortalece o cabelo:

Alopecia é o estado de saúde em que se sofre de perda de cabelo. Os médicos sugerem o aumento da ingestão de zinco. Além disso, o zinco ajuda a fortalecer o cabelo, o que ajuda a reduzir os sintomas da alopecia. A fruta por ser rica em zinco pode ser consumida para combater essa condição.

4. Reduz danos hepáticos:

Suplementos de zinco ajudam a reduzir as chances de infecção, bem como danos ao fígado. O zinco ajuda a limpar o fígado, reduzir a inflamação do fígado, combater os radicais livres, e ainda ajuda na absorção de nutrientes. A engkala, como dito anteriormente, é rica nesse mineral, por isso seu consumo pode ajudar na redução de danos hepáticos.

5. Regula o açúcar no sangue:

O zinco é essencial para equilibrar os níveis de insulina no corpo, que é o hormônio envolvido na regulação do açúcar no sangue. Ele armazena a insulina adequada no pâncreas e libera quando a glicose entra na corrente sanguínea.

O zinco, presente na fruta, usa as enzimas digestivas que são essenciais para a insulina, a fim de ativar as células para que a glicose possa ser usada como combustível.

6. Reparos musculares:

Ainda devido o zinco, presente em sua composição, o fruto desempenha um papel vital no crescimento e divisão das células. O zinco beneficia o crescimento e repara os músculos, ajudando o corpo a se curar e também mantém a força no sistema esquelético e nos músculos.

O zinco ajuda a liberar a testosterona, além de aumentar a insulina e outros hormônios, o que é essencial para o metabolismo saudável e para a construção de massa muscular.

Efeitos colaterais:

O fruto só pode ser utilizado quando estiver maduro, pois pode causar irritação na boca, garganta e dores estomacais. Além disso, não pode ser consumido logo após colhê-lo, pois acredita-se que a parte branca do fruto possa causar irritação e coceira.

Deixe um comentário