Dicas de Saúde

Celebrex – para que serve, benefícios e efeitos colaterais!

celebrex

O celebrex é um anti-inflamatório não-esteroidal, especificamente um inibidor da COX-2, que alivia a dor e o inchaço e a inflamação do corpo. É usado no tratamento da artrite, dor aguda e dor e desconforto menstrual. Além disso, o alívio da dor e do inchaço proporcionado por este medicamento ajuda na realização das suas atividades diárias normais e melhorando a pele.

celebrex
celebrex

Se você estiver tratando um problema crônica, como artrite, pergunte ao seu médico sobre tratamentos não medicamentosos e/ou uso de outros medicamentos para tratar essa dor.

O celebrex funciona bloqueando a enzima que produz prostaglandinas em seu corpo. Além disso, a diminuição das prostaglandinas ajuda na redução da dor e o inchaço.

Como usar o celebrex:

Leia a bula fornecido pelo seu farmacêutico antes de começar a tomar o celebrex e cada vez que receber uma nova remessa. Além disso, caso tenha alguma dúvida, pergunte ao seu médico ou farmacêutico.

Tome este medicamento por via oral, conforme indicado pelo seu médico, geralmente uma ou duas vezes ao dia. Além disso, para diminuir a chance de dores de estômago, este remédio é melhor quando tomada com alimentos.

A dosagem é baseada em seu problema médico e resposta ao tratamento. Além disso, tome este medicamento na dose mais baixa e somente pelo tempo prescrito.

Tome este medicamento com um copo cheio de água (240 mililitros), a menos que o seu médico lhe recomende de outra forma. Além disso, não se deite por pelo menos 10 minutos depois de tomar este medicamento.

Para certos problemas (como artrite), pode levar até duas semanas esse medicamento surtir efeito.

Caso esteja tomando este medicamento “conforme necessário” (não em horários regulares), lembre-se de que os analgésicos funcionam melhor quando são usados nos primeiros sinais de dor. Caso espere que a dor se agrave, a medicação pode não funcionar tão bem.

Efeitos colaterais do celebrex:

Estômago irritado ou gases pode ocorrer. Caso algum destes efeitos persista ou piore, informe à seu médico ou farmacêutico imediatamente.

Lembre-se de que seu médico receitou este medicamento porque julgou que o benefício é maior do que o risco de efeitos colaterais. Além disso, muitas pessoas que usam este medicamento não têm efeitos colaterais graves.

Este medicamento pode elevar sua pressão arterial. Verifique a sua pressão arterial regularmente e informe à seu médico caso os resultados sejam altos.

Informe ao seu médico imediatamente caso tenha quaisquer efeitos secundários graves, incluindo: dor de cabeça intensa. Além disso, calor na virilha, sinais de problemas renais (como alteração na quantidade de urina), dificuldade/dor ao engolir, sintomas de insuficiência cardíaca (como inchaço dos tornozelos/pés, cansaço incomum, ganho de peso incomum/súbito).

O celebrex raramente pode causar doença hepática grave (possivelmente fatal). Procure ajuda médica imediatamente caso tenha algum sintoma de dano hepático, incluindo: urina escura, náusea/vômito persistente/perda de apetite, dor abdominal, olhos e pele amarelados.

Uma reação alérgica muito grave a este remédio é rara. No entanto, procure ajuda médica imediatamente caso note quaisquer sintomas de uma reação alérgica grave, incluindo: febre, nódulos linfáticos inchados, erupção cutânea, comichão/inchaço (especialmente da face/língua/garganta), tonturas graves, dificuldade em respirar.

Esta não é uma lista completa de possíveis efeitos colaterais. Caso note outros efeitos não listados acima, contate o seu médico ou farmacêutico.

Precauções:

Antes de tomar celebrex, informe à seu médico ou farmacêutico caso seja alérgico a ela; ou a aspirina, outros AINEs (como o ibuprofeno), outros inibidores da COX-2; ou se você tiver outras alergias. Além disso, este produto pode conter ingredientes inativos, que podem causar reações alérgicas ou outros problemas. Fale com o seu farmacêutico para mais detalhes.

Antes de usar este medicamento, informe à seu médico ou farmacêutico seu histórico médico, especialmente: asma (incluindo um histórico de agravamento da respiração após tomar aspirina ou outros AINEs).

Doença hepática, problemas de estômago / intestino / esôfago (como sangramento, úlceras, azia recorrentes), doenças cardíacas (como angina, ataque cardíaco), pressão alta, acidente vascular cerebral, doenças do sangue (como anemia, problemas de sangramento/coagulação), crescimentos no nariz (pólipos nasais).

Procure ajuda médica imediatamente caso o seu filho desenvolva hemorragia repentina/nódoas pretas ou pele azulada nos dedos das mãos/pés.

Antes de usar o celebrex, as mulheres em idade fértil devem conversar com seu médico sobre os benefícios e riscos (como aborto espontâneo, dificuldade para engravidar). Informe à seu médico caso esteja grávida ou planejando engravidar.

Interações do celebrex:

As interações medicamentosas podem alterar a forma como seus medicamentos funcionam ou aumentam o risco de efeitos colaterais graves. Este documento não contém todas as interações medicamentosas possíveis.

Mantenha uma lista de todos os produtos usados (incluindo prescrito / medicamentos sem receita médica e produtos fitoterápicos) e compartilhe com seu médico e farmacêutico. Não inicie, pare ou altere a dosagem de qualquer medicamento sem a aprovação do seu médico.

Alguns produtos que podem interagir com este remédio incluem: aliscireno, inibidores da ECA (como o captopril, lisinopril), bloqueadores dos receptores da angiotensina II (como valsartan, losartan), cidofovir, lítio, “pílulas de água” (diuréticos como furosemida).

o celebrex pode aumentar o risco de sangramento quando tomado com outros medicamentos que também podem causar sangramento. Exemplos incluem remédios antiplaquetárias, como o clopidogrel, “diluentes do sangue”, como dabigatrana / enoxaparina / varfarina, entre outros.

Verifique cuidadosamente todos os rótulos de medicamentos com e sem receita médica, pois muitos medicamentos contêm analgésicos/redutores da febre (aspirina, AINEs, como naproxeno ou ibuprofeno).

Estes remédios são semelhantes ao celebrex e podem aumentar o risco de efeitos colaterais quando tomadas em conjunto. No entanto, caso o seu médico tenha lhe orientado a tomar uma dose baixa de aspirina para prevenir ataques cardíacos ou derrames (geralmente em doses de 81-325 miligramas por dia), você deve continuar tomando a aspirina, a menos que seu médico lhe recomende de outra forma. Pergunte ao seu médico ou farmacêutico para mais detalhes.

Overdose:

Se alguém tiver uma overdose e apresentar sintomas graves, como desmaio ou dificuldade para respirar, ligue para o serviço de emergência. Caso contrário, ligue imediatamente para um centro de controle de envenenamento.

Os sintomas de sobredosagem podem incluir dor de estômago grave, vômito semelhante a um café, alteração na quantidade de urina, respiração lenta ou superficial, dor de cabeça intensa ou perda de consciência.

Notas:

Não compartilhe este medicamento com os outros.

Laboratório e / ou exames médicos (como pressão arterial, hemograma completo, testes de função hepática e renal) podem ser realizados periodicamente para monitorar seu progresso ou verificar se há efeitos colaterais. Consulte o seu médico para mais detalhes.

O tratamento não medicamentoso para artrite aprovado pelo seu médico pode melhorar sua flexibilidade, amplitude de movimento e função articular. Consulte o seu médico para instruções específicas.

Dose perdida:

Caso perca uma dose, tome assim que se lembrar. Caso esteja perto da hora da próxima dose, pule a dose e retome o seu esquema posológico habitual. Não duplique a dose para recuperar o atraso.

Armazenamento do celebrex:

Armazene em temperatura ambiente longe de luz e umidade. Não armazene no banheiro. Mantenha todos os medicamentos fora do alcance de crianças e animais de estimação.

Não descarte os medicamentos no vaso sanitário ou coloque em um ralo. A menos que seja recomendado a fazer isto. Descarte este produto adequadamente quando expirar ou não for mais necessário. Consulte seu farmacêutico ou empresa local de eliminação de resíduos.

Drª. Wanessa Matos Dermatologista formou-se em Medicina na Unicamp e na mesma instituição realizou sua residência em Dermatologia, obtendo o título de especialista. Atua nas áreas de dermatologia clínica, cirúrgica e estética. Além disso, é sócio titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, com registro no Conselho Regional de Medicina e Associação Médica Brasileira.

Deixe um comentário