Cavalinha: O que é, Para que serve, Benefícios e Efeitos Colaterais!

Revisado por

Nutrição e Educação Física pela UFT

Especialista do Dicas de Beleza

Cavalinha: O que é, Para que serve, Benefícios e Efeitos Colaterais que você talvez desconheça. Além disso, a Cavalinha é pertencente à família das equisetáceas (Equisetaceae), possivelmente sendo a última exemplar que descende dessas plantas, cujas origens remontam a milhões de anos. O nome popular como “Cavalinha“, foi
estabelecido devido às semelhanças visualmente, precisamente, com a cauda do cavalo.

A Cavalinha é, hoje em dia, uma das ervas medicinais mais completas e consumidas. É uma planta perene que é encontrada perto de áreas aquosas, como pântanos, rios e córregos. A Cavalinha cresce nas zonas temperadas do Hemisfério Norte da Ásia, América do Norte, Norte da África e Europa. Ela floresce onde pode ser enraizada na água ou no solo argiloso.

Tem uma grande quantidade de propriedades terapêuticas, principalmente pelos seus efeitos purificantes e cuidados com a pele. Entre suas principais propriedades destacam-se: antisséptico, anti-inflamatório ou antienvelhecimento (antienvelhecimento).

De Onde vem a Cavalinha?

Bem, poderia dizer que é uma planta pré-histórica, ou seja, podemos estar vivendo com um tipo de grama que existia no tempo de nossos ancestrais. A Cavalinha é uma erva perene, isto é, “retorna ano após ano”. Não possui um sistema de crescimento anual, onde as plantas são mantidas por pequenos tubérculos e possuem um extenso sistema radicular que pode crescer no solo a profundidades incríveis.

Este tipo de grama é caracterizado por não ter flores ou folhas. O crescimento das plantas se manifesta em suas hastes, realizada em duas etapas. Isso acontece durante o verão, e é o caule que será colhido para tirar proveito de suas propriedades.

Composição de Cavalinha:

Há uma grande riqueza de substâncias que podemos encontrar nesta planta esplêndida. Entre essas substâncias estão:
Minerais: silício, potássio, manganês, saponinas, fitoesteróis, ácido fenólico, ácido cafeico, alcaloides, bioflavonoides e taninos.

Para que Serve a Cavalinha?

O uso medicinal da Cavalinha remonta aos tempos romano e grego, onde foi utilizado como tratamento para feridas, devido às suas propriedades curativas, impedindo que as pessoas sangrassem. Graças a isso, foi um remédio para evitar a anemia, que é basicamente produzida por baixos níveis de ferro como resultado da perda de sangue, produzindo um estado de fraqueza geral. Também pode tratar casos de úlceras, inflamação e pedras nos rins.

A presença de alta quantidade de silício contribui para a proteção do tecido do osso, de fixação e de armazenamento e também para subsequente utilização na reparação óssea, de colágeno e de outros tecidos cartilaginosos e do sistema articular, e mesmo reforço unhas e cabelo. De fato, a Cavalinha, sendo uma excelente fonte de silício, pode combater a osteoporose.

Propriedades da Cavalinha:

Terapêutica:

A Cavalinha apresenta uma enorme gama de ações terapêuticas, pois suas hastes são ricas em sais minerais, como potássio e selênio, além de conter vários alcalóides e flavonoides. Isso faz dele um ótimo diurético natural e depurativo, permitindo em alguns casos o aumento da secreção de urina em 30%.

Por esta razão, é geralmente usado para melhorar os problemas de retenção de líquidos, infecções do trato urinário, pedras nos rins e também obesidade.

Benefícios da Cavalinha Para Saúde:

Saúde Óssea:

Outro benefício desta planta é que ela ajuda no fortalecimento e remineralização dos ossos. Isto é devido ao seu conteúdo de silício, um mineral que facilita a fixação do cálcio, permitindo que o corpo armazene em maior quantidade e regenere ou fortaleça o sistema ósseo. A Cavalinha é ideal para melhorar a condição de pessoas com fraturas, osteoporose, distensões musculares ou ligamentos rompidos.

Cura Problemas de Sangramento:

A Cavalinha é um bom remédio para interromper o sangramento e tem um grande poder de cura. Péctica e ácido gálico lhe proporciona propriedades hemostáticas e torna-se uma boa alternativa para situações hemorragias nasais, sangramento uterino, menorragia, hemorragia hemorroidas, entre outros.

Auxilia o Sistema Imunológico:

Devido às suas propriedades antissépticas e antibacterianas, o extrato desta planta pode proteger contra invasão ou ataque externo de patógenos e outras substâncias que possam comprometer o sistema imunológico. Este fato é realmente eficaz em certos casos, como convalescença e recuperação de doenças ou infecções, o que muitas vezes enfraquece nosso sistema de defesa.

Alivia a Inflamação:

Acrescentar Cavalinha, como complemento, pode ser interessante caso sofra de algum tipo de patologia que produz inflamação, como artrite ou gota, que gera inchaço e dor. Graças aos compostos analgésicos naturais presentes nesta erva pode aliviar rapidamente esses desconfortos.

Auxilia no Emagrecimento:

Como mencionado acima, a condição diurética desta planta a torna muito boa para perder peso e combater a celulite. Tomar infusões de Cavalinha colabora contra a retenção de líquidos e também ajuda na eliminação das toxinas.

Fortalece o Cabelo e Unhas:

Comer Cavalinha também tem vários pontos a favor quando se trata de cuidar do cabelo e prevenir o aparecimento de cabelos grisalhos e calvície. Devido ao seu teor de silício, é uma boa fórmula para melhorar a força do cabelo, prevenir a perda de cabelo e o aparecimento de caspa.

Esse mineral também beneficia o cuidado com as unhas frágeis e quebradiças, fortalecendo e evitando que se quebrem facilmente. É também um regenerante natural, o que o torna um excelente método para tratar as estrias.

Trata Problemas de Pele:

Também se revela um remédio muito eficaz para tratar os sintomas da pele, dadas as suas propriedades adstringentes e vulneráveis, é normalmente usado para combater a acne, a dermatite e a eczema.

Alivia Sintomas de Problemas Respiratórios:

Aquelas pessoas que sofrem de problemas constantes relacionados ao sistema respiratório e que produzem congestão ou resfriados muito frequentes, podem estar interessadas em tomar infusões de Cavalinha como um remédio natural e aliviar os sintomas.

Atua como expectorante, limpando muco e fleuma, onde as bactérias se alojam. Pode diminuir ou mesmo eliminar a irritação da tosse e da garganta.

Como Consumir Cavalinha?

Existem diferentes maneiras de usar rabo de cavalo:

  • Externamente, lave o cabelo aplicando nas áreas afetadas.
  • Internamente, através de decocções, infusões e/ou chá de cavalinha.
  • Suplemento de cavalinha, seguindo as instruções de uso de cada produto.

Receita de chá de Cavalinha com Gengibre:

INGREDIENTES:

  • 1 colher de sopa de Cavalinha;
  • 500 ml de água;
  • 1 colher de sopa de gengibre em lascas.

MODO DE PREPARO:

  • Coloque a água com os ingredientes em fogo baixo até levantar fervura;
  • Depois, desligue e deixe tampado por 5 minutos;
  • Beba ainda quente antes das refeições, pois ajuda a acelerar o metabolismo.

Contraindicações da Planta:

Embora seu uso não pareça produzir contraindicações ou efeitos colaterais por meio do consumo responsável, é importante, quando em dúvida, consultar um especialista ou médico para poder aproveitar os benefícios da Cavalinha sem preocupações.

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

AUTOR: Alan Costa

Sou nutricionista e Personal Trainer. Me formei pela Universidade Federal do Tocantins em 2002, com registro profissional no CRN-4 nº 1509723, tenho especialização em Nutrição Esportiva, Treinamento Físico e treinos Curto de alta intensidade.

DEIXE O SEU COMENTÁRIOS:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários